Publicidade
Banda gaúcha reuniu cerca de 12 mil pessoas na orla central  dia 1

Shows nacionais e queima de fogos marcam a virada em de ano em Barra Velha

Barra Velha - Uma multidão foi até a lagoa para assistir ao show pirotécnico que pintou o céu da cidade dia 31 de dezembro. Além do ponto central, a Ilha do Grant, na Praia da Itajuba, também foi contemplada com 10 minutos de pirotecnia. O custo das duas baterias de fogos foi de R$89 mil. Além do show pirotécnico na virada do ano, a música também embalou a festa.

Publicidade
Uma balsa foi colocada no ponto mais largo da lagoa central para evitar possíveis transtornos como o acidente com morte registrado em 2010/2011. Há quem diga que os fogos tenham ficado longe e perdeu-se a emoção dos outros anos, como o morador Euclides Inácio, 57 anos. “Particularmente eu preferia quando era feito na areia da praia central. Os fogos ficavam maiores e mais bonitos, mas depois daquela tragédia todo cuidado é pouco.”
 
Multidão acompanhou a queima de fogos na lagoa (Foto: Claudemir Matias)
 
Para a moradora Suzete Oliveira, 45, o show pirotécnico foi aprovado. “Foi tudo perfeito. Fogos coloridos e bem diferentes do que estávamos acostumados. Além disso foi bem longo.” O prefeito de São João do Itaperiú, Rovâni Delmonego, elogiou a festa através do Facebook. Para ele, foi a melhor comemoração dos últimos anos. Antes e depois da queima de fogos o público contou com o show da Banda do Barril no palco da Praia Central. Na Praia do Grant, quem comandou a festa foi a Banda Tipo Exportação. 
 
Shows Nacionais
 
Para iniciar o ano de 2015, a Fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec) preparou uma agenda de shows regionais e nacionais. No primeiro dia do ano, o grupo local Setor 5 abriu o show para a banda nacional Nenhum de Nós. Informações repassadas pela Fumtec dão conta de que 12 mil pessoas estiveram presentes no primeiro show do ano. Em entrevista exclusiva ao Expresso das Praias, Thedy Correa, vocalista do Nenhum de Nós, falou sobre os 28 anos de carreira da banda com a mesma formação:
 

Thedy Correa, vocalista do Nenhum de Nós, falou sobre os 28 anos de carreira da banda

 
- A gente começou com aquela história de banda de garagem que queria melhorar o mundo, fazer algo diferente, e as coisas sempre nos levaram a acreditar nesse ideal, nesse sonho, e movido por isso nós continuamos até hoje, - afirmou. Thedy ainda disse que é um prazer iniciar o ano com o pé direito tocando para um grande público na cidade de Barra Velha. 
 
Já no sábado, dia 03, foi a vez do Festival de Pagode com os grupos Soul Assim, Di Presença e Sem Abuso. Das 18h à meia-noite, não faltaram sucessos para o público cantar e dançar. 
 
No domingo, quando acreditava-se que boa parte dos visitantes já haviam ido embora, 15 mil pessoas foram para a areia da praia central prestigiar o Luau de Verão. A noite começou com o show da Banda Gunabera, seguiu com o show nacional de Nego Joe e encerrou com a banda Chimarruts, que em 2015 completa 15 anos de carreira. O público entrou no clima e cantou do início ao fim os sucessos do grupo. 
 
Em entrevista exclusiva para a nossa equipe, os músicos disseram que é um prazer retornar à cidade depois do show de 2008 e afirmam que apesar de a banda ser de Porto Alegre, o público de Santa Catarina sempre recebeu muito bem a Chimarruts.
Reggae da Chimarruts embalou o público com sucessos de 15 anos de carreira
Publicidade
X

Direitos Reservados

No right click