Publicidade

Yukaline - Conecta você
Dinheiro arrecadado é revertido em melhorias para as unidades de ensino

Piçarras - Está definida a divisão das barracas no Piçarraiá 2018. Um sorteio especificou o que cada unidade vai comercializar.  A Escola de São Brás e o Centro Integrado de Ensino Fundamental Profª. Miriam Geny Friedrichsen - CIEF, ficaram com as barracas da bebida. As demais escolas básicas vão vender pastel, pinhão e quentão. Os CEIs dividem os brinquedos, pescaria, doces, salgados e espetinho. O EJA ficou com o hot-dog e a APAE com o churro doce.

Desde a década de 1990, a festa comunitária das escolas municipais é uma oportunidade de integração e também de reforço no caixa das escolas. Em 2013, com o fim da Fenapi e da Fenamar, a festa ganhou investimentos do Fundo de Turismo e mais atrações.

Publicidade

"O Piçarraiá, além de celebrar a cultura e fomentar o turismo, também ajuda a promover melhorias pontuais nas unidades escolares, já que o valor entra de forma integral para o caixa de cada escola. É um grande legado que o evento deixa para a cidade" - define a secretária de Educação, Laureci Bernadete Schneider Pereira.

Quem gerencia o recurso são as associações de pais e professores.

"Com este dinheiro, nós podemos  fazer coisas que com a burocracia do poder público se torna inviável, como por exemplo, promover eventos em datas comemorativas para as crianças, comprar ou alugar brinquedos e, ainda, deixar uma reserva para gastos emergenciais", explica a Diretora da Escola Monteiro Lobato, Luciana Suzin.

A festa será dias 13 e 14 de julho, no entorno do Ginásio Aurélio Solano de Macedo. O destaque da programação fica por conta do show nacional da banda Cidade Negra.

Leia mais:
 
 

 

Publicidade
  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click