Publicidade

Yukaline - Conecta você.

Cidade Negra deve se apresentar na cidade em outra data a ser marcada

Piçarras - Apesar do tempo chuvoso que levou ao cancelamento do principal show da programação do carnaval, a Prefeitura e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) fazem um balanço positivo do feriado prolongado de carnaval. A Secretaria de Turismo não estimou o público da festa, mas já aponta uma queda no número de veranistas, compensada pelo saldo positivo dos hotéis, que tiveram 95% de ocupação segundo a Prefeitura.

Publicidade

De acordo com levantamento realizado pelo Expresso das Praias junto ao Diário Oficial dos Municípios, com apoio do Governo do Estado, foram aplicados R$ 182 mil em contratação de artistas e de estrutura de palco. Dia 10, após o cancelamento do show do Cidade Negra, pelo qual o município pagou R$ 85 mil, o vocalista da banda, Toni Garrido, divulgou vídeo em que esclareceu a situação:

Bom dia, galera de Piçarras! Infelizmente devido à forte chuva que caiu na cidade nesta noite, não foi possível tocarmos pra vocês no Carnaval. Ficamos muito tristes. Esperamos voltar em breve pra uma noite de muito reggae com vcs! - escreveu o músico em rede social quando já estava no camarim do palco montado junto ao molhe central.

Quem esperava pela batida do reggae no carnaval pôde conferir no domingo (11) a banda Maskavo, que trouxe, além dos próprios sucessos da carreira, alguns dos clássicos do ritmo nascido na Jamaica. Também subiram ao palco durante os cinco dias de programação:Trupe Bartholo, com show infantil; bandas Flerte, Cor do Sol e Torre de Babel; projeto Life Stroke DJ; e a Escola de Samba Imperador, de Itajaí.

Hotéis lotados

Para a secretária Susan Correa, o público foi satisfatório mesmo com a chuva. Isto porque, segundo ela, os veranistas que ficam em casa de praia ou hospedados em residência de familiares e amigos deixaram de vir, mas os turistas que tinham reserva em hotel contribuíram para equilibrar o saldo do carnaval.

Fizemos uma programação variada, para toda a família, fomentando também a cultura e o esporte. O nosso carnaval fica melhor a cada ano e os resultados têm aparecido - afirma.

Para o hoteleiro Antônio Ribeiro, a procura foi maior que no ano novo. A pousada que ele administra teve 100% de lotação e os hóspedes aprovaram a programação e a cidade.

O presidente da CDL de Balneário Piçarras, Fábio Emitério Silva, também considera o resultado do carnaval positivo e afirma que mesmo com a chuva o movimento na cidade aumentou.  

   

Concurso de marchinhas

A divertida disputa entre os sete finalistas que tiveram composições selecionadas para o Concurso de Marchinhas também foi realizada no domingo (11) e teve como campeã a composição “Cadê o dinheiro daqui”. A composição da professora aposentada piçarrense Janete Teixeira Cardozo foi inscrita por Marília Cecília de Borba e conquistou o prêmio de R$ 1,5 mil.

Em segundo lugar ficou a canção “A coisa está ficando feia”, de Juliano Santos Vieira, e em terceiro a marchinha “Tarrafinha Rasgada”, de Ary Candido Martins Filho.

Leia também: Bandas e blocos agitam mais de 15 mil foliões em três dias de festa na Armação

Mais sobre: verão; carnaval; balneário piçarras;

Edição: Leandro Cardozo de Souza
Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click