fbpx
Escritor revela detalhes sobre o repertório do persanagem

PENHA - “As Meias do Defunto e Outras Histórias do Mané da Dica”, do jornalista e escritor Vilmar Carneiro é a mais nova obra literária a retratar uma visão própria da vida por essas partes do litoral brasileiro. A coleção de crônicas descreve com humor os costumes do povo do litoral catarinense está sendo apresentada pelo autor nas cidades da região e já está disponível para compra via internet.

Depois do lançamento, dia 14/06, em Armação, o livro protagonizado pelo personagem “Mané da Dica” deve ser apresentado na Feira do Livro de Balneário Piçarras, em outubro. Os textos curtos retratam a visão do autor sobre algumas das principais características dos típicos moradores das comunidades pesqueiras do litoral catarinense.

Continua depois da Publicidade

Segundo Carneiro, o personagem retrata um pescador aposentado que viveu inúmeras experiencias profissionais:

“Ele é tipico da região; respira a cultura de base luso-açoriana, gastronomia, religiosidade, costumes e o saber sem ser letrado”, descreve.

Em textos curtos e envolventes, o cronista aborda de forma bem-humorada temas como a pesca, a religiosidade e as principais atividades culturais e folclóricas do litoral catarinense, normalmente partindo de uma conversa no bar, onde o Mané e seus amigos se reúnem para uma partida de dominó e uma dose de ki-suco. Ao Expresso das Praias, Vilmar Carneiro revela de onde surgiram tantos causos: da memória afetiva do autor:

“As histórias e estórias, que ele vive nas crônicas e contos, são inspiradas em relatos da minha vó paterna: Emiliana da Silva Marçal Adriano, meu tio avô paterno: Manoel da Silva Marçal (Nenele Sapateiro) e meu pai Evilásio “Nem” Adriano”.

2019_06_28_15h30_penha_carneiro_livro.jpg
Obra publicada pela editora Ipê Amarelo deve ser lançada em Piçarras durante a Feira do Livro (Foto: Divulgação)

Ele revela ainda que muitas dessas histórias tem uma ou outra verdade que poderiam expor algumas pessoas ou famílias locais. Por isso, criou o “Mané da Dica” e um universo próprio para contá-las.

“O Mané da Dica é um personagem da ficção, mas está mergulhado na realidade, ou melhor, emerge da vida real”, completa.

A capa do livro é ilustrada pelo artista gráfico Leandro Francisca e a orelha é assinada pelo professor e historiador Acyr Osmar de Oliveira, membro fundador do Núcleo de Estudos Açorianos (NEA) da UFSC e presidente da Associação Catarinense de Cultura. A publicação já está disponível para compra no site da Editora Ipê Amarelo (http://www.editoraipeamarelo.com.br).

Sobre o autor

Vilmar Felício Adriano é natural de Joinville e penhense por opção. Jornalista formado pela Univali, já trabalhou em reda­ções de A Notícia, Jornal de Santa Catarina e Diário do Litoral. Atu­almente é jornalista na Rádio Aquarela FM e ocupa a cadeira número dois da Academia de Letras do Brasil/SC, seccional Penha.

  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click