Publicidade

Promenac Penha - Mais perto de você
Grupo Kaiorra também se destacou no palco do maior festival de dança do mundo

Da Região - Os principais grupos de dança de Barra Velha, Penha e Balneário Piçarras voltaram para casa com mais premiações do 36º Festival de Dança de Joinville. Na mostra competitiva, a Associação Parafolclórica Angelina Blahobrazoff (Apab) ficou com o segundo lugar na categoria danças populares conjunto sênior. O Estúdio de Dança Camila Lorenzetti se destacou com o terceiro lugar pelo solo de jazz feminino “Minha Velha Infância” e o Grupo Kaiorra conquistou o terceiro lugar no jazz conjunto júnior.

O foco da Apab e do Estúdio Camila Lorenzetti agora é o 9º Prêmio Desterro - Festival de Florianópolis, que vai reunir grupos do Brasil e do mundo entre 28 de agosto e 03 de setembro e para o qual ambos estão selecionados.

Publicidade

A experiência de 15 anos entre os selecionados para a mostra competitiva do Festival de Joinville não diminui a emoção das dançarinas da Apab e da coreógrafa Angelina Blahobrazoff. No ritmo da tradicional canção russa “Dias e Noites em Moscou”, elas apresentaram para o público do Centreventos Cau Hansen a nova coreografia “Sinos da Noite”. Todas vibraram muito com o resultado:

“Foi tudo muito bonito e emocionante. Sempre comemoramos muito o resultado em Joinville porque sabemos que todos os grupos são muito bons e deve ser bem complicado para os jurados decidirem” - conta a dançarina e designer responsável pelo figurino, Kátia Tomacelli.

Esta foi a quinta vez que o grupo se destacou entre os três melhores (Foto: Nilson Bastian | IFDJ)

Esta foi a sexta vez que a Apab se destacou entre os três primeiros colocados na categoria danças populares. Em 2016, a coreografia “Misha” rendeu o segundo lugar e homenagem especial à coreógrafa. O grupo de Balneário Piçarras também já conquistou um primeiro lugar (2009), outro segundo lugar (2007) e duas vezes o terceiro lugar (2004 e 2006).

Destaque no jazz

Na sexta-feira, dia 20, a barravelhense Poliana Baraúna apresentou a coreografia “Minha velha infância” e conquistou o terceiro lugar em uma categoria que não teve primeiro lugar neste ano.

“Obrigada à toda população de Barra Velha que compra nossos docinhos e a todos que de alguma forma torcem por nós”, agradeceu Camila Lorenzetti em uma rede social após o resultado.

Poliana Baraúna e o solo "Minha velha infância" ficaram na terceira colocação (Nilson Bastian | IFDJ)

O jazz também garantiu destaque para o grupo Kaiorra, com o conjunto júnior “Será que foi um sonho?”, apresentado na segunda-feira (23).

“Foi uma noite de muita alegria e satisfação, além de ser nossa última noite competitiva com o grupo júnior, nossas bonecas levaram seu brilho e carisma para cima do placo”, agradeceu a equipe após a conquista.

Grupo Kaiorra conquistou terceiro lugar com o conjunto "Será que foi um sonho?" (Foto: Nilson Bastian | IFDJ)

Festival de Florianópolis

O Prêmio Desterro – 9º Festival de Dança de Florianópolis será realizado no Teatro Ademir Rosa, no Centro Integrado de Cultura (CIC). A atração especial para a noite de abertura é a Cia. Jovem Bolshoi, que apresentará o espetáculo “Gala Bolshoi com o Príncipe Igor”.

Além da Mostra Competitiva, o Festival realiza a Mostra Paralela Comentada, a qual promoverá apresentações em espaços públicos e de livre acesso. Os trabalhos serão comentados por um profissional convidado.

Na disputa pelo prêmio Desterro, o Estúdio Camila Lorezetti teve seis coreografias selecionadas para as categorias danças Contemporâneas Júnior e Jazz Júnior, ambas nas modalidades conjunto e solo feminino. A Apab vai apresentar “Sinos da Noite” na categoria Danças Populares Adulto - Conjunto.

Os dois grupos já receberam o prêmio Desterro. Em 2017, Angelina Blahobrazoff segunda personalidade a ser homenageada no evento com a medalha Albertina Ganzo em reconhecimento à contribuição dela para o desenvolvimento da dança no estado.

 
Leia também:
 
 
 
Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click