fbpx

PIÇARRAS - Dois homens foram presos em ocorrências diferentes por porte ilegal de arma de fogo neste mês. Em uma delas, dia 10, a PM foi acionada por perturbação do sossego e encontrou armas e munições sem registro. Em outra, dia 03, um homem foi detido depois de ameaçar servidores municipais que faziam a demarcação de lotes no bairro Itacolomi.

A Polícia Militar (PM) foi até o local, onde os policiais afirmam que o suspeito estaria intimidando os funcionários da Prefeitura que o teriam alertado sobre a propriedade dele exceder os limites topográficos. Segundo a PM, depois que os fiscais estiveram na casa e o orientaram, o suspeito teria corrido até uma árvore próxima, onde pegou a espingarda e teria apontado em direção aos policiais.

Continua depois da Publicidade

Mesmo diante da ameaça, a guarnição informou que preferiu manter a negociação verbal, ainda que estivessem presentes elementos que caracterizariam legítima defesa por parte dos policiais.

“Insistiu-se assim, de forma intensa a verbalização, que, por sua vez, resultou na rendição do homem”, afirma nota da PM.

Depois de rendê-lo, a PM constatou que arma, uma espingarda de calibre .36, estava municiada com apenas uma bala.Questionado, o homem que não foi identificado pela Polícia afirmou que a arma não tem registro e nem numeração.

2019_09_16_15h_picarras_armas1.jpgHomem é acusado de ameaçar policiais e fiscais com espingarda sem registro (Foto: Divulgação | PM/SC)

Ele rfigueecebeu voz de prisão pelo crime de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Balneário Piçarras. Os funcionários públicos ameaçados preferiram não apresentar queixa pelo crime.

Festa da pesada

Um semana depois, dia 10, a PM foi acionada para atender uma ocorrência perturbação do sossego em outra casa no bairro Itacolomi. Com a chegada da guarnição, alguns participantes dispersaram pelos fundos do imóvel.

Ao invadir a residência, que era alvo de denúncias também por tráfico de drogas ilegais, eles encontram uma caixa de som, um revólver calibre .38 com quatro munições, três munições de calibre .38 longo, um lançador de arpão e um caderno com supostas anotações de tráfico.

Revólver registrado, munição e lançador de dardo foram apreendidos (Foto: Divulgação | PM/SC)

Entre os quatro homens e quatro mulheres, alguns eram menores, e foram liberados após revista. Um dos homens assumiu ser o proprietário do revólver, que estava fora do endereço de registro. Ele foi preso por porte ilegal.

Leia também: 
* COM INFORMAÇÕES DA PM/SC
  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click