Publicidade
Rua Rosa Silvino: moradores pedem reforço na segurança para conter crimes na vizinhança

 

Manifestação na Câmara marcou entrega de abaixo assinado por reforço na segurança

Publicidade

 

Piçarras - Uma manifestação silenciosa, sem faixas, cartazes ou palavras de ordem. Foi a forma que os moradores do bairro Santo Antônio, em Balneário Piçarras, encontraram para protestar contra o aumento da violência no bairro. A ação aconteceu na terça à noite (10), durante a sessão da Câmara Municipal.


Um abaixo assinado com 34 assinaturas foi entregue para a vereadora Marly Dulcinéia Santana (PSDB), que se comprometeu a levar o manifesto até o secretário de Segurança Pública. Os moradores pedem o aumento das rondas da Polícia Militar (PM) no bairro e também o aumento de efetivo policial para todo o município.

Continua depois da Publicidade


O Expresso das Praias acompanhou a manifestação pacífica dos moradores, que pediram para não ser identificados ou fotografados. Segundo eles, a onda de furtos e assaltos começou neste ano. As ocorrências aconteceram em residências localizadas nas ruas Pedro Elói Correa, Antônio Batista, Carolina Balt, Rosa Silvino e Alagoas.


- Até ano passado, o bairro era tranquilo. Hoje, está todo mundo com medo. Ninguém deixa o portão aberto e não atendemos mais ninguém estranho. Não só à noite, tem gente que foi assaltada até de dia - relata a dona de casa A. S., de 52 anos.


O advogado P. P., de 24 anos, não mora no Santo Antônio, mas passou um grande susto quando foi visitar a noiva na noite do sábado (7).


- Eram 22h40, quando um jovem tocou a campainha. Como a gente sabia que esse é um método deles, não abrimos o portão e chamamos a polícia. Um celta prata veio em alta velocidade, deu cavalinho de pau e o homem entrou no carro e foi embora. A PM chegou rápido, mas eles não conseguiram prender ninguém - diz o advogado.


Vítima três vezes, a dona de casa A. P., de 41 anos, acredita que a proximidade da BR-101 facilita a ação dos criminosos.

Continua depois da Publicidade


- Já entraram na minha casa três vezes, mas eu não estava. Levaram bicicleta e até uma moto. Estar perto da BR-101 facilita a fuga deles - conta.

 

Leia também: 

Onda de criminalidade revolta moradores do bairro Itacolomi

 

Continua depois da Publicidade

Novas câmeras são instaladas no centro e nos bairros

 

O comandante do Pelotão da PM de Piçarras, o 2º tenente João Gabriel de Moura Iglesias, garantiu que reforçou o policiamento no bairro.


- Estamos cientes do que está acontecendo no bairro Santo Antônio e também no Itacolomi. Fizemos no bairro uma ronda com o PPT de Navegantes, mas não podemos estar sempre devido ao efetivo - esclarece.


Iglesias espera que as ocorrências diminuam com a instalação de câmeras de monitoramento.


- Estamos instalando uma câmera no bairro Santo Antônio (Rua Rosa Silvino) e mais nove nos bairros Itacolomi, Nossa Senhora da Conceição, Centro e Nossa Senhora da Paz (Furado). As câmeras já ajudaram a PM a evitar vários crimes na cidade - ressalta.


O comandante informou ainda que a previsão é de que os equipamentos comecem a captar as imagens para a central de monitoramento instalada no pelotão em um mês.

Continua depois da Publicidade


Serão instaladas duas câmeras na avenida Nereu Ramos, no bairro Itacolomi (próximo ao Bali Hai e nas proximidades do condomínio Sandra Helena); na Avenida Emanoel Pinto (em frente à prefeitura); na Rua Manoel Ferreira, no bairro Nossa Senhora da Conceição; na Praça da Paz, no bairro Santo Antônio; próximo à escola Felicidade Pinto Figueredo, no bairro Nossa Senhora da Conceição; próximo à escola Alexandre Guilherme Figueredo, no Centro; na rua Ludgero Caetano Vieira, no bairro Nossa Senhora da Paz; e duas na orla da praia central, no Centro. Os endereços foram definidos pelo comando da companhia da Polícia Militar, em parceria com a Secretaria de Planejamento do município.

 

Leia também: 

PM afirma que furtos e roubos caíram pela metade em Piçarras

Publicidade
X

Direitos Reservados

No right click