fbpx
Maioria dos casos é registrada na rede de educação infantil municipal

PIÇARRAS - A Secretaria de Saúde fez um alerta sobre o alto número de casos de impetigo registrados no município. Até o dia 28/03 foram registrados 32 casos desde o início deste o ano, mas a situação não é considera um surto pelas autoridades locais de saúde. O alerta vale principalmente para as creches, porque os mais afetados pela doença altamente contagiosa são crianças de até 6 anos.

A Secretaria de Educação também foi mobilizada para implementar uma estratégia de prevenção nas unidades ensino. Além do alerta aos pais através de redes sociais, profissionais de saúde foram até as creches orientar funcionários e fornecer álcool 70% para desinfecção. Os alunos que contraíram a doença foram dispensados das aulas para impedir que o contágio dos demais.

Continua depois da Publicidade

“Os coordenadores e professores já estão cientes, e quando suspeitam que uma criança está com impetigo, elas chamam os pais e instruem para levarem a criança ao médico e ficarem afastadas da creche ou escola até terminar o tratamento” - comenta a secretaria da Educação Laureci Bernadete Schneider Pereira

Sobre a doença

Impetigo é causado por bactérias e é altamente contagioso por contato direto com as lesões ou objetos contaminados. Por isso, as pessoas contaminadas devem ficar em isolamento durante 48 horas após o início do tratamento.

 

  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click