Publicidade
DEBATE
Prefeitura aguarda por laudo sobre viabilidade ambiental da iniciativa

PIÇARRAS - A exploração turística da Ilha Feia já está em discussão nas redes sociais desde que foi colocada em pauta pelo Governo Municipal. A proposta foi apresentada como projeto de "revitalização" e prevê revitalização da fauna e flora marinha com recifes artificiais. Mas iniciativa vai além de promover ações de conservação e proteção.

Está prevista a instalação de atracadouros flutuantes para facilitrar o acesso ao local, abertura de trilhas ecológicas.

Publicidade

Na visão da administração do município o investimento vai fomentar o turismo na cidade de maneira consciente.

As trilhas e o mergulho de observação dos recifes será um atrativo que irá beneficiar toda a região, não só Balneário Piçarras. Hoje o turista vem aqui, vai ao Berro Carrero, fica em Balneário Camboriú e vai embora. Nosso intutito é segurar esse visitante na nossa micro região", completa.

O projeto foi apresentado, na semana passada, ao então presidente da Santur, Leandro "Mané" Ferrari, que foi exonerado na segunda-feira (26) do cargo pela governadora interina, Daniela Reinehr, e substituídoo por Eduardo Loch.  Para Dalfovo, a mudança não deve impactar nas tratativas. 

Continua depois da Publicidade

O custo da revitalização da Ilha Feia é baixíssimo. Creio que vamos executar o projeto facilmente com doação. Não queremos privatizar, pois ela é pública e pertence à nossa região", finaliza o secretário.

reunião com o então presidente da santur leandro mané ferrari. fonte prefeitura de balneário piçarras 72687
Secretário de Turismo e o vereador Marco Antônio Pedroso em reunião com o então presidente da Santur, Leandro Mané Ferrari. (Fonte: Prefeitura de Balneário Piçarras)

Reação imediata

Nas redes sociais, a reação da população ao projeto tem sido, em geral, negativa. Para quem é contrário, a ideia pode colocar em risco a preservação do local e o foco da Prefeitura deveria estar na revitalização de pontos como o molhe do Rio Piçarras e a praia central.

Muitos cidadãos focam suas críticas nos problemas de infraestrutura encarados pela cidade e questionam se não seria mais viável focar nos problemas em terra primeiro.

Outro questionamento tem sido como se conseguiria levar os visitantes a um local que hoje é de difícil acesso - a Ilha Feia fica a 1,5 km de distância da costa de Balneário Piçarras.

Continua depois da Publicidade

Também preocupa uma parcela da população como seria feito o controle para de fato preservar a ilha.

Não conseguimos nem manter a restinga da beira-mar", lamenta um munícipe.

Há, também, os apoiadores.

Amei a ideia, que venham muitas outras, precisamos movimentar o turismo e gerar mais empregos", comenta uma usuária no Facebook.

 Para dar continuidade ao processo, a Prefeitura de Balneário Piçarras espera o aval da agência sobre a viabilidade ambiental. Ainda não há um projeto oficial nem orçamento previsto.

Continua depois da Publicidade

 

Publicidade
X

Direitos Reservados

No right click