fbpx
No dia anterior, ao assumir o comando do Estado, Carlos Moisés (PSL) disse que infraestrutura terá prioridade

ESTADO - O governador Carlos Moisés (PSL) e a vice Daniela Reinehr (PSL) deram posse, na quarta-feira, dia 2, aos 14 secretários de estado e secretários executivos que compõem o primeiro escalão do governo. Eles assumiram cargos existentes na estrutura administrativa atual. Os nomes anunciados para novas estruturas, como a Controladoria Geral e a pasta da Governança e Integridade, só poderão tomar posse após a reforma administrativa proposta pelo governador à Assembléia Legislativa.

 

O secretário Douglas Borba, novo titular da Casa Civil, fez o juramento e discursou em nome dos empossados.

Continua depois da Publicidade

“Somos todos responsáveis pela mudança que a sociedade espera. Não vão faltar dedicação e empenho para entregar um serviço público com a qualidade que o cidadão merece”.

Após a posse, o governador e a vice realizaram, no gabinete, a primeira reunião com os secretários. Moisés depositou no grupo a confiança de ter escolhido as melhores pessoas.

“Nós não somos uma ilha, se estamos aqui é porque precisamos entregar um trabalho de qualidade a quem precisa de nós”, expressou o governador.

O governador também informou que as reuniões serão quinzenais e que é fundamental a comunicação entre as pastas como forma de pensar as decisões em conjunto e otimizar os processos que refletem em respostas mais rápidas e eficientes às prioridades de Santa Catarina.

2019_01_03_15h_posse_secretarios.jpg
Na posse dos secretários, governador e vice reuniram equipe para a primeira das reuniões quinzenais (Foto: Julio Cavalheiro | SECOM)
Os primeiros empossados
- Secretaria Executiva de Comunicação: Ricardo Dias;
- Secretaria Executiva da Articulação Nacional: Diego Goulart;
- Secretaria Executiva da Casa Militar: coronel João Carlos Neves Júnior;
- Secretaria Executiva da Defesa Civil: João Batista Cordeiro Júnior;
- Secretaria de Estado da Casa Civil: Douglas Borba;
- Secretaria de Estado da Administração: Jorge Eduardo Tasca;
- Secretaria de Estado da Administração Prisional: Leandro Antônio Soares Lima;
- Secretaria de Estado da Agricultura e Pesca: Ricardo de Gouvêa;
- Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável: Lucas de Souza Esmeraldino;
- Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social: Maria Elisa da Silveira De Caro;
- Secretaria de Estado da Educação: Natalino Uggioni;
- Secretaria de Estado da Fazenda: Paulo Eli;
- Secretaria de Estado da Saúde: Helton de Souza Zeferino
- Procuradoria Geral de Santa Catarina; Célia Iraci da Cunha
- Colegiado Superior de Segurança Pública: coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior (PM); Paulo Norberto Koerich (PC); coronel João Valério Borges (BM); Giovani Eduardo Adriano (IGP)

Moisés se compromete com transparência e combate à corrupção

Uma cerimônia rápida na Assembléia Legislativa (Alesc), marcou a posse do novo governador de Santa Catarina até 31 de dezembro de 2022. Ao lado da vice, Daniela Reinehr (PSL), Carlos Moisés, também do Partido Social Liberal (PSL), se comprometeu com a transparência, o combate à corrupção e com o equacionamento das contas públicas. Após empossado, o bombeiro militar reformado tomou o banho de mangueira - uma comemoração tradicional da corporação.

Ouça o discurso de posse: 
 

Assim que chegou à Assembleia, acompanhado da primeira-dama, Késia Martins da Silva, e das duas filhas, o governador Carlos Moisés foi recebido pelo presidente da Alesc, deputado Silvio Dreveck (PP), e falou à imprensa. Durante a conversa com os repórteres, Moisés destacou a importância dos critérios técnicos utilizados para formar a equipe de Governo e antecipou as bandeiras da atual gestão, entre elas os investimentos em Infraestrutura.

“Para que ocorram os investimentos em Saúde, Segurança e Educação, a economia precisa crescer”, destacou Moisés, afirmando que a Infraestrutura será prioritariamente uma fomentadora de recursos que poderão ser arrecadados pelo Estado.

O novo governador e a vice do Estado de Santa Catarina juraram cumprir as constituições nacional e estadual. No discurso de posse, Moisés disse que as informações e estudos realizados durante a transição dão suporte à implementação de “políticas públicas adequadas”.

2019_01_03_15h_posse_moises_1.jpg
Após tomar posse, Moisés foi homenageado com a tradicional celebração dos Bombeiros: o banho de mangueira (Foto: Luis Debiasi | Agência AL)

“Esforço coletivo”

De olho na formação da base aliada no Poder Legislativo, o governador disse acreditar em um relacionamento que tenha os interesses de Santa Catarina acima de qualquer outro.

“Nosso modelo de administrar preza que os desafios sejam vencidos de forma coletiva”, pontuou.

Ao transmitir o cargo, o ex-governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) destacou a necessidade de rigor com as contas e a diminuição da máquina pública.

*COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA ALESC E SECOM
  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click