Publicidade
Ex-controlador Rafael Celestino (conhecido como Ponha) depõe na quinta

Penha - Até o fim deste mês, os vereadores deverão conhecer o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito que apura suspeitas de irregularidades no pagamento de dívidas previdenciárias do município. Nesta quarta-feira, 13, às 9h30, o ex-controlador Rafael Celestino (conhecido como Ponha) fala à CPI e na quinta (14) o ex-prefeito Evandro dos Navegantes (PSDB) é quem presta esclarecimentos.

A CPI investiga uma dívida do município que pode ultrapassar os R$ 50 milhões em função de multas, juros e correções. A discussão, que segue nas esferas administrativas e judiciais, se deve ao fato de o município ter feito compensações de maneira considerada irregular – o que deu origem a seis processos.

Publicidade

Assim que todos os depoimentos forem coletados, o relator Maurício Olívio Brockveld (PROS) ainda poderá levantar outras questões a partir das informações iniciais. A expectativa, segundo o presidente, é de que até o fim do mês o relatório seja submetido aos demais membros da comissão e, depois, discutido e votado em plenário.

Até o momento a comissão já ouviu dois contadores da Prefeitura e convocou representantes da empresa Pública – Consultoria e Desenvolvimento Profissional Ltda, mas nenhum deles foi localizado.

A “Pública” foi contratada pelo município para prestar consultoria na auditoria da dívida, serviço para o qual recebeu R$ 1,6 milhão. O relatório inicial do vereador Maurício Olívio Brockveld (PROS) apontou indícios de direcionamento na escolha da empresa, que também é suspeita de se aliciar a outras empresas para fraudar processos de licitação semelhante nos municípios de Camboriú, Gaspar e Ilhota.

A CPI ainda tem como membros os vereadores Jesuel Francisco Capela (PSDB), Antônio Alfredo Cordeiro Filho (DEM) e Everaldo Dal Posso (MDB).

Leia também:
 
 
 
 
* COM INFORMAÇÕES DA CMP

 

Publicidade
X

Direitos Reservados

No right click