fbpx
Rompimento de lagoa de armazenamento de lodo provocou vazamento de resíduos

BARRA VELHA - A  Companhia Catarinense de Saneamento (Casan) deverá pagar multa no valor de R$ 585,3 mil por realização de obras irregulares na Estação de Tratamento de Água - ETA que ocasionaram rompimento da lagoa de armazenamento de lodo e, consequentemente, o vazamento de resíduos no Ribeirão Machado, afluente do Rio Itapocu.

No dia 24 de julho, a Fundação Municipal de Meio Ambiente recebeu a denúncia de que a Casan, concessionária responsável pelo fornecimento de água e tratamento de esgoto na cidade, estaria realizando obras irregulares na Estação de Tratamento de Água. Técnicos da Fundema estiveram no local e constataram a atividade irregular.

Continua depois da Publicidade

De acordo com o órgão ambiental, a Casan estava trabalhando de forma irregular, utilizando lagoas de lodo que, segundo a Licença Ambiental de Operação - LAO 1024/2017, deveriam estar desativadas. As lagoas de lodo utilizadas pela empresa no processo de tratamento de água deveriam ter sido substituídas por um sistema de tratamento alternativo, proposto pela própria Casan.

A atividade que causou o rompimento da lagoa e o despejo de lodo no rio descumpre as condicionantes previstas na LAO, o que configura infração ambiental. Os resíduos despejados causam a diminuição de oxigênio no rio, gerando danos à fauna, morte de peixes e contaminação da água.

2019_08_12_16h20_barravelha_casan_obra.jpg

A Fundema multou a Casan a partir de três autos de infração: auto 14, que se refere ao rompimento da lagoa e contaminação do Ribeirão Machado; auto 15, sobre a execução de obra por parte da Casan sem autorização da Fundema; e auto 16, que se refere ao não cumprimento dos termos estabelecidos na Licença Ambiental. Cada multa é no valor de 195 mil e 100 reais. As três somadas resultam em 585 mil e 300 reais.

A Casan iniciou o trabalho de reconstrução e reforço do talude da lagoa no dia 26 de julho, utilizando escoras de eucalipto a cada meio metro, preenchidas com barro argiloso e macadame.

*ACADÊMICO DE JORNALISMO - UNIVALI
  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click