fbpx
Catadores ainda estão de fora da política municipal para reciclagem

PIÇARRAS - A Fundação do Meio Ambiente (Fundema) vai dar início, na próxima sexta-feira, dia 07/06, à operação do Ecoponto, local para coleta de material reciclável e óleo de cozinha usado. O descarte desses materiais poderá ser feito em um container sinalizado que ficará instalado na Praça de Todas as Idades da Avenida Getúlio Vargas. A iniciativa integra o programa de coleta seletiva que começa a operar no município durante a Semana do Meio Ambiente de Balneário Piçarras.

"Inauguraremos o Ecoponto para dar a oportunidade aos moradores de darem um descarte correto para seus resíduos recicláveis. O funcionamento é bem simples, traga seus resíduos e deposite no compartimento", frisou o Presidente da Fundema, Marcos Zaleski.

Segundo ele, a implantação do Ecoponto será uma via de mão dupla, que só irá funcionar se a população aderir. Os resíduos serão levados a uma cooperativa de fora da cidade, que fará a destinação correta.

Continua depois da Publicidade

Durante o dia da inauguração (07/06), colaboradores da Fundema estarão na Praça de Todas as Idades para fornecer orientações e distribuir brindes a quem fizer o descarte de lixo no Ecoponto.

"Neste dia (07), cada um que fizer a utilização do Ecoponto, jogando um lixo reciclável ou óleo usado, ganhará um Copo Eco ou muda de uma espécie frutífera", acrescenta Marcos.

Recicladores unidos

A coleta nas residências será realizada pela Secretaria de Obras por meio de um caminhão-baú que passará de porta em porta. Embora não tenham sido citados neste novo modelo de limpeza urbana, os coletores de material reciclável também se organizam para contribuir.

A política nacional de resíduos sólidos prevê que o material coletado seja destinado a uma unidade licenciada. Em Piçarras, inicialmente, todo o produto da coleta será enviado para a Cooperfoz, cooperativa de Itajaí. Mas o envio para a Cooperfoz poderá ser temporário, caso tenha sucesso a iniciativa de organizar uma cooperativa no município.

2019_05_31_8h_picarras_coleta_seletiva_coletores_1.jpg
Coletores como Seu Adebair, de 50 anos, ainda estão fora da política municipal para reciclagem (Foto: Jeferton Silva)

Ainda não existe em Piçarras uma entidade que reúna os catadores, contudo algumas lideranças estão se mobilizando neste sentido.

“Recentemente começaram a organizar a criação de uma cooperativa. Estão tentando conseguir pelo menos umas 20 pessoas para o grupo”, afirma Adebair dos Santos Cavalheiro, 50 anos, que coleta material reciclável em Piçarras há oito anos. Para ele, a coleta seletiva vai contribuir para a formação da cooperativa.

Calendário da coleta

O recolhimento deve ser realizado de segunda a sexta-feira, organizado de acordo com as áreas atendidas.  O trajeto começa às segundas-feiras, pelos bairros Nossa Senhora da Paz e Santo Antônio. Percorre o Centro às terças-feiras e passa pelo bairro Bela Vista às quartas pela manhã. À tarde, é a vez do Nossa Senhora da Conceição. O Itacolomi terá a coleta seletiva às quintas-feiras. O interior do município contará com a coleta na sexta-feira.

“É um passo muito importante que a gente dá, no sentido de melhorar o gerenciamento de resíduos sólidos no município, segregar aquele lixo reciclável que antes era destinado para um aterro sanitário”, diz Zaleski.

Para auxiliar na identificação dos resíduos, a Fundema ainda estuda utilizar sacolas plásticas na cor azul. 

Leia também: 
Mutirão contra dengue e febre amarela vai mobilizar agentes de saúde neste sábado
Cerca de 10 mil pessoas não foram vacinadas contra a febre amarela em Balneário Piçarras
Rede pública de saúde intensifica combate à dengue e vacinação contra a febre amarela
 * COM REPORTAGEM DE JEFERTON SANTOS E INFORMAÇÕES DA PMBP
  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click