fbpx
Rede de produtores e consumidores está articulada no estado
VERSÃO AMPLIADA

REGIÃO - O Brasil é um dos países que mais consome agrotóxicos e registra licenciamento recorde desses produtos em 2019. Desde janeiro, 54 destas substâncias foram liberadas sem alarde pelo Governo Federal. Mas o aumento de casos de doenças relacionados a esses venenos também tem impulsionado outro tipo de cultivo. Os alimentos orgânicos ainda têm mercado restrito e preço maior, mas vêm ganhando mais espaço entre os consumidores. Junto com eles, a agroecologia.

 

Os conceitos dessa nova prática vão além do cultivo que leva em conta os ecossistemas envolvidos e a mão de obra empregada. Passam também pela criação de hábitos de consumo que priorizam a produção local e a cooperação, como explica o cultivador certificado Luiz Gustavo Teixeira:

Continua depois da Publicidade

“Cientificamente já existem mil e um estudos que comprovam os malefícios do produto químico na agricultura, mas isso se mantém, porque quem tem dinheiro para propaganda é o agronegócio, só que a gente vai fazendo o trabalho de formiguinha”, afirma o cultivador, que é engenheiro ambiental.

Ouça a íntegra da entrevista:

Ao lado da esposa Claudete Ponath, ele tem uma pequena propriedade rural no interior de Piçarras, com produção diversificada de alimentos, entre os quais grãos e frutas. Como os subsídios públicos estão voltados para a agricultura convencional, eles buscam uma integração com outros produtores da região para incentivar o cultivo e o consumo de alimentos de produtores engajados à agroecologia.

2019_04_02_10h15_ecovida_2.jpg
Rede Eco Vida promove a agroecologia e o consumo de produtos orgânicos (Foto: Divulgação)

Luiz Gustavo e Claudete integram a rede Eco Vida de Certificação Participativa e o grupo Tucum Agroecologia, de Balneário Piçarras.  Além deles, o Núcleo Litoral Catarinense da Rede Ecovida reúne 120 famílias em outros 16 municípios. Os principais cultivos e processados são mandioca e derivados, banana, hortaliças, batatas, flores de corte, leite, mel, ovos, frutas, queijos, doces, derivados de aloe vera, sucos e geléias.

ℹ️ Para obter informações sobre como integrar a Rede Eco Vida e adquirir produtos, entre em contato com Claudete Ponath, do Grupo Tucum, em Balneário Piçarras, pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou telefones:  Telefones: 47 91058826 ou 9684-6811.

ℹ️ Saiba mais sobre Agroecologia em SC: https://cepagroagroecologia.wordpress.com/

  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click