Publicidade
Promenac Penha - Mais perto de você
Certificação internacional foi entregue no primeiro dia da estação

PIÇARRAS -  Depois de ser adiada por mais de uma semana, a solenidade de hasteamento da Bandeira Azul foi realizada nesta sexta-feira, dia 21/12, primeiro dia do verão astronômico. Marcada inicialmente para o dia 13, a solenidade foi adiada, segundo a Prefeitura, devido ao atraso no voo São Paulo/Navegantes que trouxe a Coordenadora Nacional do Programa, Leana Bernardi. O ato que marcou a certificação ambiental do trecho norte da praia foi realizado na descida da Avenida Getúlio Vargas.

 

Nas últimas semanas, a água nas imediações ao sul do molhe onde a Bandeira Azul está hasteada foi considerada imprópria em três análises recentes feitas pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA/SC). A secretária de Turismo, Susan Corrêa, afirmou para o Expresso das Praias que esse resultado não interfere no hasteamento, “pois as análises são feitas na parte sul do molhe e não é a área da Bandeira Azul”.

Publicidade

A Bandeira Azul atesta, além da balneabilidade, que a região ao norte do molhe passou por processo de recuperação da vegetação nativa, implantou banheiros, vagas de estacionamento exclusivas para idosos e portadores de necessidades especiais e sinalizou e coleta adequada de resíduos.

2018_12_22_19h30_picarras_bandeira_azul_1.jpg
Área certificada fica na região ao norte do molhe onde a Bandeira Azul foi hasteada dia 21 (Foto:Divulgação | Arquivo/PMBP)

"A conquista se torna um grande diferencial para Balneário Piçarras. A nossa praia já é conhecida no estado como uma praia de águas limpas. A certificação vem reconhecer este atributo, criando ainda mais valor à nossa cidade e todos os produtos e serviços aqui oferecidos", disse o prefeito Leonel Martins durante a solenidade.

2018_12_22_19h30_picarras_bandeira_azul_4.jpg
Prefeito e outras lideranças locais festejam o hasteamento da Bandeira Azul no Molhe Norte (Reprodução | Facebook)

Balneabilidade

Nesta semana, o boletim de balneabilidade do IMA/SC (acesse aqui) emitido dia 17/12 considera os dois pontos analisados em Piçarras próprios para banho. O Instituto retirou do ar - apenas do histórico referente ao ponto do Molhe Norte - os resultados dos dias 10 e 03/12, que deram impróprios. O local também foi considerado impróprio na análise de 26/11.

2018_12_22_19h30_picarras_bandeira_azul_1.jpg
Resultados "impróprios" dos dias 10 e 03/12 no Molhe Norte foram retirados do histórico do site do IMA/SC (Foto: Leandro Cardozo de Souza | Arquivo/EP)

Atualmente o município e a Casan realizam obras para implantar rede de coleta e tratamento de esgoto em 47% da área urbana.

Leia também:
 
 
 
 
Mais notícias sobre: verão; saneamento básico;
Publicidade

Enquete

Você é favorável à contratação de assessores parlamentares na Câmara Municipal?
  • 1
  • 2

Publicidade
X

Right Click

No right click