fbpx
Grupo vai reunir e cruzar informações junto às escolas locais

PENHA - Um grupo formado por representantes de escolas, conselhos, secretarias e outros órgãos começou a atuar nesta semana para combater a evasão escolar no município de Penha. Trata-se do Núcleo Intersetorial de Serviço ao Apoia (NISA). O objetivo é reunir informações locais para identificar e combater as causas do problema nas unidades de ensino por meio do Programa de Combate a Escolar do Ministério Público de Santa Catarina (Apoia).

O Nisa segue princípios e diretrizes de proteção integral estabelecidas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para promover a troca de informações por meio de aplicativos de comunicação via celular e reuniões mensais com coordenadores e parceiros representantes.

Continua depois da Publicidade

De acordo com a secretária de Educação de Penha, Suselli Anacleto Batista, o NISA de Penha contará com a participação das secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social da Prefeitura, e setores vinculados a estas pastas, como o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e Centro Especializado em Assistência Social (CREAS), e ainda o Conselho Tutelar.

“Juntos, esses educadores e especialistas podem discutir e trabalhar o que motiva a saída da criança da escola, de modo integrado, buscando soluções para a questão”, observa Suselly.

Atualmente, a rede municipal de ensino de Penha conta com 4.500 alunos, divididos em 21 escolas municipais, o Núcleo de Ensino de Jovens e Adultos (EJA) e nove creches (centros de Educação Infantil). O município conta ainda com quatro escolas estaduais.

Ação no estado

De acordo com o MP/SC, em 2018, mais de 747 participantes estiveram presentes nas 13 ações realizadas pelo Nisa em mais de 65 municípios. Em 2019, o Grupo Gestor desenvolve curso a distância sobre a importância do ECA e o II Encontro Estadual do NISA.

O MP/SC também passou a oferecer, a partir de janeiro, um curso online destinado a professores, equipes escolares, conselhos tutelares, Promotores de Justiça e assistentes, com o objetivo de tratar de forma interativa e didática as causas da infrequência escolar e o papel de cada um no combate ao problema.

Leia também: 
Escolas e creches desenvolvem atividades para integrar famílias, alunos e professores
Redes municipais de ensino da região dão início ao ano escolar a partir desta semana
Escolas serão convidadas a participar do projeto "Tartarugas do Itapocoroy" de preservação ambiental
  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click