Publicidade

Para os clientes atendidos pela Copel, o efeito da revisão será uma redução de 4,11% para as residências. Para as indústrias, o índice varia dependendo da tensão utilizada. A concessionária atende a 3,9 milhões de unidades consumidoras localizadas em 393 municípios do Paraná.

Para a Cocel, que atende a 41 mil unidades consumidoras no município de Campo Largo (PR), a redução será 6,08% no preço da energia para as residências e um aumento de 7,66% para as indústrias.

Publicidade

Os percentuais são resultado da Revisão Tarifária Periódica, que é aplicada a cada quatro ou cinco anos e tem como objetivo analisar o equilíbrio econômico-financeiro da concessão. As metodologias da revisão foram aprovadas em novembro do ano passado pela Aneel.

A Aneel também aprovou hoje o reajuste das tarifas da Cooperativa Regional de Eletrificação Teutônia (Certel), que vale a partir do dia 26 de junho. A Cooperativa atende a 47 municípios do Rio Grande do Sul. O efeito médio a ser percebido pelos consumidores cativos da cooperativa será 11,19%.

Publicidade
X

Direitos Reservados

No right click