fbpx
Objetivo é reduzir consumo de energia com substituição de aparelhos

ESTADO - Chegou à segunda etapa o Programa Bônus Eficiente 5, pelo qual a Celesc oferece desconto de 50% na compra de eletrodomésticos mais novos e eficientes. Estão disponíveis cerca de 2.700 equipamentos entre freezers, refrigeradores e aparelhos condicionadores de ar, com investimento total de R$ 1,5 milhão por parte da concessionária. Os produtos são comercializados em 43 lojas físicas da rede Colombo, em todo o Estado, ou pelo televendas, com chamada gratuita: 0800-642-4242.

O coordenador do programa, Mário César Machado Junior, explica que o objetivo é promover o uso consciente de energia elétrica e facilitar o acesso dos consumidores catarinenses a eletrodomésticos novos, com Selo Procel e a lâmpadas LED, mais econômicas e duráveis:

Continua depois da Publicidade

“Devido à grande procura por esses produtos fizemos um aditivo ao contrato com as Lojas Colombo. Na primeira etapa, todos os equipamentos acabaram em menos de sete dias e já realizamos 5,3 mil entregas, restando poucas unidades”, destacou.

Nesta segunda etapa são disponibilizadas mais 895 unidades de aparelhos condicionadores de ar (Split 9.000 BTUS), 1.005 refrigeradores (1 porta – 300 litros modelo CRB 36), 792 freezers (vertical – 142 litros) e 8.460 lâmpadas LED.

No ato da compra o consumidor também precisa fazer uma doação no valor de R$ 50,00 que serão destinados à Associação Catarinense de Autismo (Balneário Camboriú), ao Asilo São Vicente de Paulo (Criciúma) e à Associação de Síndrome de Down (Joinville). A expectativa é de que sejam arrecadados mais R$ 134,6 mil, totalizando R$ 477,1 mil em doações.

Como participar

Para obter o benefício, é preciso estar em dia com a Celesc; levar documentos pessoais e uma fatura de energia. Para fazer a compra (troca), o consumidor deve possuir um eletrodoméstico similar ao desejado, que esteja em funcionamento com mais de cinco anos e sem o Selo Procel.

Também é exigido que faça a entrega de cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes compactas para troca gratuita por cinco lâmpadas LED. Essa troca será realizada na entrega do eletrodoméstico na residência do consumidor.

Economia

A substituição deve gerar uma redução estimada em cerca de 30% na fatura de energia, de acordo com o hábito de uso. A economia gerada nessa edição do projeto é de 3.700 MWh/ano e uma redução de demanda de 865 kW no horário de ponta, o equivalente ao abastecimento de 1.541 residências durante um ano. Em quatro edições foram substituídos 87.098 eletrodomésticos e 516.605 lâmpadas, economia de 63.667,86MWh/ano.

Leia também: 
Celesc calcula em R$ 30 mil desvio de energia elétrica flagrado em operação com a Polícia
Celesc promete investir para evitar quedas de energia em Santa Lídia, São Nicolau e São Cristóvão
Efeito Verão: Varejo e energia elétrica lideram arrecadação de ICMS no estado em fevereiro

 

  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click