fbpx
Projeto será apresentado ao Ministério do Turismo como investimento no setor náutico

Piçarras - Cerca de R$ 3,9 milhões. Esse é o investimento estimado para tirar do papel o projeto da nova “Ponte da Parada” elaborado pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas de Piçarras e Penha e que deverá ser apresentado ao Ministério do Turismo pelo governador Eduardo Moreira. A promessa de recursos para a obra foi feita em audiência com uma comitiva de representantes do poder público e empresarial de Piçarras. Em ruína, a estrutura atual não comporta o tráfego - terrestre e fluvial - entre os municípios de Penha e Balneário Piçarras.

O projeto prevê uma estrutura mais larga, com área protegida para pedestres e ciclofaixa, e custou R$ 78.100,00, financiados pelas CDLs dos dois municípios.

Continua depois da Publicidade

“Juntamos doações de empresários das cidades e conseguimos desenvolver um projeto que, certamente, vai alavancar não somente o setor náutico, mas toda a economia de Balneário Piçarras e Penha”, defende o presidente da CDL Piçarras, Fábio Emitério.

Com 58,8 metros de comprimento, 5,48m de altura e um vão livre de 28m, a estrutura permitirá a navegação de barcos com até 60 pés.

“A ponte hoje é um impeditivo para o desenvolvimento do turismo náutico regional, que é essencial para o crescimento da nossa economia. Estamos perdendo turistas de grande poder aquisitivo”, alega o prefeito Leonel Martins.
O prefeito de Penha, Aquiles Costa, também já se manifestou favorável à obra: “Podemos desenvolver um grande polo náutico aqui, aquecendo nossa economia, por isso, Penha é parceira no projeto”.

2018_09_03_13h_picarras_ponte_projeto.jpg
Projeto foi elaborado a pedido de empresários dos dois municípios (Reprodução | CDL/Piçarras)

A comitiva de Balneário Piçarras foi a Florianópolis acompanhada do presidente da Câmara Municipal, João Bento Moraes; do engenheiro Sérgio Gollnick e do empresário local Eder Pereira. Ao fim do encontro, Martins se disse confiante com o resultado, mas ainda não há nenhuma liberação de verbas confirmada pelo Estado. Martins adiantou que o projeto também será levado ao Ministério do Turismo, com apoio do governador, na tentativa de financiá-lo com recursos federais .

“Terei uma reunião com o Ministro do Turismo e eu mesmo apresentarei o projeto a ele. Podemos fazer uma parceria entre Governo Federal e Estadual”, disse o governador Eduardo Pinho Moreira durante a reunião.

Segundo o presidente da Câmara, João Bento Moraes, o governador prometeu que se não conseguir de outra forma, vai deixar o recurso empenhado para 2019.

Leia também:
 
 
 
  • 1
  • 2