Publicidade
Banco do Empreendedor registra aumento na procura pelo programa Juro Zero

 

Programa Juro Zero pode ser a melhor opção para pequenos e micro empresários que buscam capital fixo e de giro

Publicidade

 

O mercado financeiro cada vez mais desconfiado e com juros nas alturas tem levado pequenos e micro empresários a procurarem as Cooperativas de Crédito para financiar capital de giro ou novos investimentos. As cooperativas são subsidiárias do Programa de Microcrédito de Santa Catarina (Juro Zero).


Uma das maiores cooperativas do segmento, o Banco do Empreendedor, registrou um aumento na demanda de 20% por empréstimos em 2015. Isso representa 12 mil 400 novas operações para capital fixo e de giro, com limites que vão de R$ 200,00 até R$ 20 mil. Este ano, a cooperativa terá até R$ 35 milhões para empréstimo. Segundo o diretor superintendente do Banco do Empreendedor, Luiz Carlos Floriani, o aumento na demanda não significa aumento também nas linhas de empréstimos.

Continua depois da Publicidade


- Em 2015, devemos fechar com o mesmo valor de empréstimos que 2014. O que foi registrado até agora comparado com o ano passado é uma maior procura por empréstimos, que aumentou 20% - explica.


Mas diante de um cenário pessimista, Floriani afirma que as cooperativas também precisaram restringir os empréstimos:


- Nossa inadimplência é baixa, em média 4%, mas em tempo de crise sempre aumenta um pouco. Quem procura o Banco do Empreendedor hoje já está com restrição no banco comercial e, por isso, aumentamos o controle para liberação de empréstimos - observa.


Para o representante do Banco do Empreendedor, nem sempre o empréstimo é a melhor opção para sair da crise.


- Atendemos todos os segmentos de microempreendedores individuais, desde a costureira até o vendedor de cachorro quente. Antes de liberar um empréstimo, fazemos uma análise de crédito, como este recurso será aplicado e o que ele trará de retorno. Às vezes não compensa para o microempreendedor - argumenta o diretor superintendente.

Continua depois da Publicidade


Entre as linhas de empréstimo está o Juro Zero. O limite é de R$ 3 mil, parcelado em oito vezes. Quando se pagam em dia as sete primeiras parcelas, a oitava é quitada pelo Badesc.


Também são oferecidos o Credi Costura, Credi Cheque, Credi Reforma e o Credi Reforma Mobile.

Publicidade
X

Direitos Reservados

No right click