Publicidade
Casal imperial e foliões do Divino vivenciam tradição de fé que resiste há 179 anos na Penha

 

Devotos de Piçarras recebem comitiva imperial a partir do dia 19 de abril

Publicidade

 

A tradição da Festa do Divino é mantida pela fé de cada devoto. Essa história vem sendo escrita há 179 anos e é marcada pela visita da Bandeira aos lares dos empregados da festa, ocasião aguardada com ansiedade pelos devotos. O imperador Gilberto Reis espera realizar uma das maiores celebrações já vistas ao longo da trajetória do ritual no município de Penha. Sorteado em sua primeira participação na missa de escolha, Reis observa o fato como oportunidade única.


A comunidade da Praia de Armação recebe a visita até este domingo, 12, quando, à tarde, a organização inicia as visitas ao bairro Gravatá, que seguem até o dia 18. O centro de Piçarras recebe a comitiva a partir de 19 de abril, e o bairro Santo Antônio no dia 25. No dia 26 de abril, a comitiva retorna a Penha e encerra as visitas até 10 de maio, porque no dia 14 começa a novena.

Continua depois da Publicidade


Para o imperador Gilberto Reis, as visitas têm sido gratificantes: “A fé demonstrada pelo povo e pelo pessoal que fica aguardando a chegada da Bandeira na casa do fiel é contagiante”, afirma.
Agenir Maria Assis Batista tem 70 anos e participa da tradição desde criança, incentivada pela família. Seu pai, Henrique Assis, foi imperador da festa em 1973 e onze anos depois seu irmão, Aroldo Irineu Assis, também foi imperador. Mesmo com ambos já falecidos, todos os anos ela mantém a tradição. “Não sei nem explicar, mas vem de família e envolve as pessoas... a fé é o que mantém a continuidade desse costume e que ninguém o interrompa”, afirma.


Sempre moradora da Rua Manoel Henrique de Assis, dona Agenir será a última empregada a ser visitada antes do encerramento na casa do imperador. Ela participa do ritual desde a missa do envio, quando as bandeiras seguem com destino às casas, e não sabe o que seria de sua vida sem essa devoção. “É uma força enorme do Espírito Santo que a gente recebe”, completa.

Publicidade
X

Direitos Reservados

No right click