fbpx
Piçarras e Barra Velha também sofreram prejuízos com tempestade dia 17

REGIÃO - O Centro de Informações de Recursos Ambientais (Ciram) emitiu alerta para ocorrência de temporais isolados entre a tarde e noite desta terça-feira (22) e quarta (23). Estão previstas pancadas de chuva com raios nos períodos da tarde e noite. A tempestade que destruiu casas e a infraestrutura urbana em Penha dia 17, causou danos em menor proporção nos municípios de Balneário Piçarras e Barra Velha.

Para esta semana há risco de temporais localizados, com ventania acima de 60 km/h, pontuais de chuva forte em curto espaço de tempo (totais horários de 30 mm/h). Na quarta-feira a previsão inclui possibilidade de queda de granizo. Confira a previsão para o restante da semana, de acordo com Marilene de Lima, meteorologista da Epagri/Ciram:

Continua depois da Publicidade

Para quinta-feira (24/01), a tendência é de tempo instável, com muitas nuvens a encoberto e chuva por alguns momentos, principalmente no início e fim do dia no Litoral. A temperatura fica amena em relação aos dias anteriores e o vento sopra de leste a sudeste, fraco a moderado e com rajadas no Litoral.

Fim de semana

Sexta-feira (25) - Sol com pancadas de chuva à tarde, com chuvisco no início do dia no Litoral Norte. Temperatura em elevação, mas amena em relação aos dias anteriores e vento com variações de sudeste, fraco a moderado e com rajadas.

Sábado e domingo (26 e 27/01): Temperatura elevada com nebulosidade variável em todas as regiões de SC. Chuva fraca por alguns momentos pela manhã da Grande Florianópolis ao Norte do Estado e entre o fim da tarde e noite do Planalto ao Litoral. Vento de nordeste, fraco a moderado na maior parte de SC e mais intenso com rajadas na faixa litorânea.

Barra Velha registra alagamentos

Segundo a Defesa Civil, a maré baixa contribuiu para que rios e córregos não saíssem dos leitos e provacassem mais inundações dia 17. Em Barra Velha, moradores e visitantes foram pegos de surpresa pela tempestade de verão do dia 17. Em pouco mais de 1 hora, foram 62 milímetros, volume considerado alto pela Defesa Civil e suficiente para provocar alagamentos em algumas regiões onde o sistema de drenagem está mal conservado ou não existe.

São Cristóvão, Vila Nova e Vila Açoriana foram os bairros mais afetados, mas devido a maré baixa a água fluiu e o nível de água baixou rápido. Em locais mais elevados, como o Vila Nova, ocorreram desmoronamentos pontuais, alguns muros caíram, mas as residências não foram afetadas.

Balneário Piçarras

Foram constatados pontos de alagamento em todos os bairros da cidade, mas não houve registro de desabrigados ou desalojados.

O vento causou estragos na cidade, com queda de árvores e destelhamentos entre os principais prejuízos. No dia seguinte, a Secretaria de Obras em parceria com a Defesa Civil e a Fundação do Meio Ambiente (Fundema) retirou e podou árvores que bloquearam estradas e em locais definidos como de área de risco.

Os alagamentos também foram registrados em localidades sem sistema de drenagem adequado e baixa vazão. O Ribeirão Ferido, no bairro Itacolomi, é um dos principais locais de atenção. O córrego passa por um desassoreamento o que, segundo a Prefeitura, já amenizou os danos causados para quem mora nas proximidades.

Saiba que atitudes tomar  em caso de tempestades com raios:

2019_01_22_19h_chuva_infografico_1.jpg 2019_01_22_19h_chuva_infografico_2.png 2019_01_22_19h_chuva_infografico_3.png 2019_01_22_19h_chuva_infografico_4.png 2019_01_22_19h_chuva_infografico_9.png
Em dias de temporal, fique longe de postes, árvores e cercas de arame. Também fique longe de campos de futebol, pastagens, estradas, montanhas e à beira de lagos Procurar abrigo em baixo de árvores é um erro muito comum. E pode ser fatal. A água do mar é altamente condutora de eletricidade e raios que ocorrem no oceano podem provocar choques Evite falar ao telefone, principalmente o fixo com fio, pois transporta a corrente elétrica de um raio
         
2019_01_22_19h_chuva_infografico_8.png 2019_01_22_19h_chuva_infografico_7.png 2019_01_22_19h_chuva_infografico_6.png 2019_01_22_19h_chuva_infografico_5.png

2019_01_22_19h_chuva_infografico_10.png

Os aparelhos eletrônicos devem ser desligados da tomada. Com isso, evita-se que queimem ou provoquem incêndio. Se não for possível encontrar abrigo seguro, é melhor ficar agachado no chão, com as mãos na nuca e os pés juntos Se possível, entre em um automóvel, ônibus ou van. Mantenha as janelas fechadas ou parcialmente abertas Nunca fique próximo de automóveis. Ficar do lado de fora é perigoso Evite locais onde você esteja mais alto que todos os objetos em relação ao chão
FONTE: Defesa Civil de Santa Catarina

 

Leia também:

Defesa Civil busca liberação de FGTS para famílias atingidas por enxurrada em onze comunidades

Tempestade que atingiu o Litoral Norte provoca alagamentos e quedas de energia em toda a cidade

Recursos para obras no Rio Iriri e na Praia de São Miguel podem ser liberados neste ano

Show com Papas da Língua é cancelado e mutirão ambiental é adiado por causa da chuva

Mais sobre: chuva;

 

  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click