Publicidade
Aumento da população durante a temporada exige reforço nos serviços públicos

 

Maior preocupação é com o abastecimento de água na região norte

Publicidade

 

Piçarras - A pouco menos de dois meses para o início da temporada de verão, as Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) e a Prefeitura planejam ações para atender a um aumento de até cem por cento na população local. Entre as ações planejadas para o período compreendido entre dezembro e fevereiro de 2016 estão a contratação de equipes de emergência, a compra de equipamentos e a ampliação dos serviços de manutenção da orla.


Problema recorrente em outras temporadas, principalmente no bairro Itacolomi, a falta de água na região norte do município é o foco principal para a Casan local. Enquanto a Prefeitura não executa obras para construção de um reservatório, cujos recursos estão garantidos desde 2012, a companhia planeja ações para amenizar o problema. Um gerador deve garantir que a pressão na rede não seja reduzida.

 

Na Estação de Tratamento de Água (ETA), serviços estão sendo executados na lagoa de decantação e no sistema de bombeamento.


- Com estas medidas vamos aumentar a vazão de 140 litros para 200 litros de água por segundo, que vão abastecer mais de 15 mil ligações domésticas de Piçarras e Penha. Aumentamos ainda em mil metros a rede no Bela Vista - explica o gerente Luiz Carlos Pereira, que prevê maior aumento no consumo já nos primeiros dias da temporada.


- Do Natal até o Ano Novo, o consumo chega a aumentar 50%. Vamos usar o gerador, que deve chegar no dia 10 de dezembro, no horário de pico. Depois do Ano Novo, nosso consumo diminui em 30% -.


Na Celesc, a única novidade é a contratação de equipes de emergência. A subestação de Balneário Piçarras, que abastece também Penha, Barra Velha e São João do Itaperiú, só deve ser ampliada após a temporada de verão.

Continua depois da Publicidade

 

- Para esta temporada não há necessidade. A capacidade da estação é até 2017, mas ano que vem está previsto ampliação e instalação de alimentadores, que vai ajudar a evitar queda de energia. Vamos contratar equipes para trabalhar nos plantões - justifica o chefe da agência regional da Celesc em Itajaí, Iron Silva.


Além da manutenção de vias públicas e a limpeza diária da faixa de areia, a Secretaria de Obras de Piçarras vai substituir bancos e lixeiras na Avenida José Temístocles de Macedo (Beira Mar), cujas obras de reurbanização foram recém concluídas. O secretário de Obras, Omar Fidélis, garante que tudo estará pronto até o início da temporada.

 

- Estamos retirando alguns bancos e lixeiras e vamos substituir tudo. Vamos também reavaliar a situação de algumas passarelas. A praia estará pronta até dezembro - afirma.


Fidélis pede a colaboração de banhistas para diminuir a quantidade de lixo na praia. Segundo ele, algumas pessoas jogam lixo nas pedras dos molhes, o que acaba atraindo ratos.

 

Leia também: Estado se prepara para receber oito milhões de turistas

Publicidade
X

Direitos Reservados

No right click