fbpx
Em uma semana, número de casos confirmados e de mortes subiu 33% e 25% respectivamente
Compartilhe:

ESTADO - Nesta terça-feira, dia 12, Santa Catarina atingiu a marca dos 3.733 pacientes diagnosticados por meio de exame e de 73 mortes provocadas pelo novo coronavírus . Os números representam um aumento de 33,55% e de 25,86%, respectivamente, em relação à semana anterior (05/05).

No mesmo dia em que esses dados foram contabilizados, a Secretaria de Estado da Saúde autorizou as atividades de treino para desportistas profissionais e amadores.

Continua depois da Publicidade

O governador Carlos Moisés informou que estuda, ainda, a retomada de atividades do futebol profissional após receber  12 representantes dos clubes de do estado, que agradeceram  a portaria que autoriza o retorno dos treinos.

Segundo a Secretaria de Saúde o índice de isolamento social do Estado é de 39%, o que é preocupante, já que está abaixo dos 50% que se considera o minimamente aceitável pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Se nós não tomarmos algumas atitudes, esse índice pode fazer com que a taxa de incidência do vírus no nosso Estado aumente, comprometendo as estruturas já postas. Ainda estamos em um cenário tranquilo, são 75 dias desde o início da pandemia, mas se o nosso índice de isolamento social não se adequar a gente talvez passe por algumas dificuldades". 

Por você e por todos

2020_05_13_10h30_estado_balanco_covid_2.jpg
Fonte: Dive/SC - 12/05/2020

Futebol

No encontro do governador com dirigentes de clubes, ocorrido na Casa D´Agronômica, ficou definida a criação de um grupo de trabalho com representantes médicos dos clubes e do Centro de Operações de Emergência na Saúde (COES). O objetivo é avaliar as condições para um possível retorno dos jogos, desde que não haja presença do público.

A liberação dos treinos já passou a valer a partir de segunda-feira (11) e  está na Portaria Nº272/2020, publicada no Diário Oficial do Estado.

O governador afirma que a questão é tratada com "muita responsabilidade":

“A gente está avaliando quais são os impactos, em termos de aglomeração de pessoas, se um campeonato fosse eventualmente liberado para acontecer, de portas fechadas, sem plateia. Criamos um novo grupo de trabalho para integrar-se ao COES, juntamente com infectologistas enviados pela própria Federação Catarinense de Futebol (FCF). Um eventual retorno dos campeonatos precisa ocorrer de forma segura”, avalia Moisés.

Governador recebeu representantes de clubes de futebol na Casa d'Agronômica (Foto: Cristiano Estrela / Secom)

O presidente da FCF, Rubens Angelotti, avaliou o encontro como muito positivo e agradeceu ao Governo pela liberação dos treinos. O dirigente afirmou que são necessárias seis datas para terminar o Campeonato Catarinense, o que poderia ocorrer em um total de três semanas, com jogos às quartas e domingos. Ele acrescentou ainda que os atletas precisam de ao menos 15 dias para retornar à forma física ideal.

“ Os treinos estão liberados e os clubes vão seguir os protocolos. Todos os clubes de futebol profissional terão que disponibilizar testes para os seus atletas, para que possam treinar e futuramente voltarmos ao nosso campeonato”, afirma Angelotti.

2020_05_13_10h30_estado_balanco_covid_3.jpg
Fonte: Dive/SC - 12/05/2020

Balanço

Em todo o Brasil, 881 mortes causadas pela Covid-19 fora resgistradas entre segunda (10) e terça-feira (12). A taxa de letalidade do Estado está em 1,96%. 

Confira os números:
  • Municípios com casos confirmados: 162
  • Pacientes internados: 295 
  • Pacientes recuperados: 1.960 
  • Internados em UTI: 113
  • Ocupação de leitos de UTI: 17,1%
Leia também:
Compartilhe:
  • 1
  • 2