Publicidade

Promenac Penha - Mais perto de você
Próxima edição deve ser disputada em dezembro deste ano e circuito municipal é planejado para 2019

Penha - Sol, música, conscientização ambiental e muitas ondas marcaram o 1º Festival de Surfe, realizado na Praia Vermelha durante todo o sábado, dia 28. A competição reuniu 67 atletas de cidades da região, além de participantes do Paraná e Rio Grande do Sul. Na categoria Open, Dérek Adriano, de Navegantes, ficou com o troféu. No feminino, destaque para a atleta da casa, Cíntia Cardoso.

Na disputa restrita aos atletas de Penha, Felipe Bolduan, foi campeão na categoria open; e Marcelo Vieira na master. Na mirim, quem brilhou foi o atleta de Balneário Piçarras, Noah Machado, que também se destacou entre os adultos, na terceira colocação. Já no Stand Up Paddle (SUP), quem levou a melhor foi Adriano Trinca Ferro, de Balneário Camboriú.

Publicidade

Organizado pela Associação de Surfe e Amigos da Praia Grande (ASAPG) com patrocínio da Fundação Municipal de Esportes (FME), o torneio contou com apoio técnico da Federação Catarinense de Surfe (Fecasurfe), responsável pelo julgamento dos principais campeonatos do sul do Brasil.

“A organização ficou excelente, o trabalho da comissão técnica também. O nível dos atletas estava alto e as ondas chegaram a um metro e pouco, deu pra fazer bastante coisa” - avalia o campeão da categoria master local, Marcelo Vieira.

O festival adotou o mesmo sistema informatizado de pontos usado nos circuitos profissionais. Foram distribuídos em premios mais de R$ 5 mil, entre kits, troféus, vale tatuagens, treinamento funcional, além de dois cursos de formação para motonauta (piloto de jetski).

Estrutura profissional, com jet ski de resgate, foi montada na orla (Foto: Divulgação | ASPAG)

Próximas competições

A segunda edição do festival deve ser realizada em dezembro, na abertura da temporada de verão, e antecede uma competição ainda maior. A ASAPG planeja para 2019 um circuito local, com mais etapas e premiações, além da segunda edição do Surfe Estudantil, em que o rendimento escolar também conta para o ranking final.

A entidade articula ainda a formação de uma equipe para representar o município no circuito catarinense:

“Queremos, através da ASAPG, levar Penha para o interassociações, que é o Campeonato Catarinense, além de continuar com nosso trabalho de conscientização e preservação da praia”, planeja o presidente da entidade, João Carlos Kin.

No 1º Festival de Surfe, grupos de voluntários se mobilizaram para promover a limpeza da Praia Vermelha, que recentemente ganhou uma trilha para turismo sustentável.

“Quando a gente faz esses eventos, essa é uma preocupação sempre, inclusive com respeito à vegetação de restinga, que é uma área de preservação ambiental” - destaca Cleber Neumann, um dos organizadores.

O som “feito para quem tem sangue salgado”, da banda De Leste, embalou o público para o encerramento do Festival.

Confira mais imagens:

2018_07_31_10h58_penha_surfe_2.jpg 2018_07_31_10h58_penha_surfe_3.jpg 2018_07_31_10h58_penha_surfe_1.jpg

 

Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click