Publicidade

Yukaline - Conecta você.

Crime aconteceu em fevereiro, quando vítima foi baleada ao chegar em casa

Piçarras - A Polícia Civil capturou na tarde de sexta-feira, dia 09, o principal suspeito de ter assassinado o vigilante Isaac Uller em fevereiro deste ano.  Segundo a investigação, L.L.S, de 26 anos, estava foragido do sistema carcerário e atualmente morava em Barra Velha usando documentos falsos. Ele foi preso ao ser abordado na via marginal da BR-101 quando se dirigia a Balneário Piçarras.

Publicidade

O suspeito confirmou aos policiais ter sido condenado a 21 anos de prisão e que estava foragido desde 2017. Além disso, teria confessado ter algumas armas e drogas ilícitas escondidas em sua casa. A guarnição foi até o local e apreendeu uma pistola Glock automática 9mm, uma pistola Taurus .380, um revolver .38 Rossi, 125 munições intactas, seis carregadores, 1,2 kg de maconha, uma porção de cocaína e o caderno utilizado para fazer a contabilidade do tráfico.

As armas devem ser submetidas à análise balística junto com o material encontrado na cena do homicídio de Isac Uller. O material apreendido foi encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil e o foragido foi reencaminhado ao sistema prisional. L.L.S. foi indiciado por tráfico de drogas, uso de documento falso, posse ilegal de arma e munições de uso restrito.

O crime

O vigilante Isac Uller estava chegando à sua residência, na Rodovia Variante, por volta das 7h20 do dia 5 de fevereiro quando foi morto a tiros. As investigações começaram logo após o homicídio, quando o Setor de Investigações Criminais da Polícia Civil passou a monitorar a rotina de alguns suspeitos até chegar L.L.S.

Leia também:
Vigilante é morto a tiros na rodovia Variante quando chegava em casa do trabalho

Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click