Publicidade

Med Clínica - Mega Banner

Cerca de 20,5 mil pessoal podem ser imunizadas pelo SUS em Barra Velha, Piçarras e Penha

Da Região - De 23 de abril a 1º de junho, o Sistema Único de Saúde (SUS) deflagra em todo o país a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Em Santa Catarina, o público-alvo é de mais de 1,84 milhão de pessoas pertencentes aos seguintes grupos prioritários: crianças entre 6 meses e 5 anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; pessoas com doenças crônicas; povos indígenas; professores; indivíduos com 60 anos ou mais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Nos municípios da região esse público soma 20.533 pessoas. A meta é alcançar uma cobertura de pelo menos 90%.

Publicidade

De acordo com a Secretaria de Saúde, até a semana que antecedeu o início da campanha, Santa Catarina recebeu 761 mil doses da vacina contra a influenza, o que representa 37% do total. O “Dia D” da campanha em todo o país será 12 de maio, um sábado. Todas as unidades vão abrir nessa data para fazer a vacinação. 

Na rede de saúde de Penha, o público-alvo é estimado em 7.060 pessoas. Além da vacinação, a Prefeitura também promoverá um curso de formação com os profissionais da área de saúde sobre a prevenção e cuidados com a influenza na próxima quarta-feira, dia 25, a partir das 8h30, na Câmara Municipal.

Em Barra Velha, a população alvo tem 8.307 pessoas, que poderão se vacinar nas unidades básicas de saúde do Centro, São Cristóvão, Pedras Brancas, Sertãozinho e Itajuba. Balneário Piçarras tem 5.166 pessoas que se encaixam no perfil da campanha. Segundo a Prefeitura, a dose única está disponível em todas as unidades de saúde. 

Complicações graves

A campanha nacional é realizada pelo SUS desde 1999 com o objetivo de reduzir complicações, internações e mortes causadas pelo vírus Influenza. 

- A gripe é uma doença respiratória que pode causar infecções graves com risco de óbito, especialmente em pacientes que apresentem fatores ou condições de risco - alerta  a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Barra Velha, Helaisy Pires da Silva.

Os sintomas mais comuns são o aparecimento súbito de febre, dor de cabeça, dores musculares, dor de garganta e cansaço. Nos casos mais graves, podem ocorrer dificuldades respiratórias, sendo necessária a hospitalização. Segundo o Ministério da Saúde a vacinação é considerada uma das medidas mais efetivas para a prevenção da gripe.

Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click