Publicidade

Promenac Penha - Mais perto de você
Para que a bandeira azul seja hasteada município precisa se comprometer com ações ambientais e de infraestrutura

Piçarras - Até o fim deste ano, o município espera ser o sexto do Brasil a hastear a Bandeira Azul. A certificação internacional deve atestar durante a temporada de verão que a comunidade desenvolve ações educativas para proteger o ambiente e garantir estrutura ao visitante. Nesta semana, a candidatura do trecho norte da orla (entre a Avenida Getúlio Vargas e a divisa com Barra Velha) foi aprovada pelo júri nacional e habilitada a ser avaliada por um comitê internacional.

Para que a certificação seja validada, o município precisa se comprometer com a recuperação de vegetação nativa, obras de infraestrutura e recuperação de áreas degradadas. A implantação de banheiros, vagas de estacionamento exclusivas para idosos e portadores de necessidades especiais, sinalização e coleta adequada de resíduos e controle de balneabilidade estão entre as ações que devem ser executadas.

Publicidade

O júri internacional irá se reunir no mês de setembro, em Copenhagen, Dinamarca, para a definição final da candidatura. O resultado será divulgado em outubro. O presidente da Fundação Municipal do Meio Ambiente – FUNDEMA, Marcos Zaleski, está confiante. De acordo com ele, caso seja aceita a candidatura, a bandeira fica hasteada durante toda a temporada de verão 2018/2019:

“Após o período, quando inicia a baixa temporada, a bandeira é arriada e inicia novamente o processo para a candidatura à próxima temporada de verão”, explicou.
Programa Bandeira Azul

O Programa Bandeira Azul é uma iniciativa da Fundação para Educação Econômica (FEE) que tem hoje 4.385 praias certificadas no mundo, destas, apenas cinco estão no Brasil. O Júri Nacional é formado pelos ministérios do Turismo, Meio Ambiente, Planejamento, Orçamento e Gestão e Educação com organizações ambientais como SOS Mata Atlântica.

Junto de Balneário Piçarras, outras 14 candidaturas de praias de diversos lugares do país também foram aceitas pelo júri nacional, incluindo as catarinenses Balneário Camboriú, Governador Celso Ramos e Florianópolis.

Leia também:
 
 
 
 
Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click