Publicidade

Beto Carrero

Recursos que seriam aplicados na manutenção da faixa de areia da praia vão ser canalizados para custeio do projeto e da execução. Fundo tem saldo superior a R$9 milhões e foi criado exclusivamente para obras de manutenção da faixa de areia da praia, mas a Câmara de Vereadores aprovou a redefinição de destinação do recurso.  

Publicidade

O oitavo relatório de balneabilidade da temporada de verão, divulgado nesta sexta-feira, 2, pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), traz 99 pontos próprios para banho. O número representa 46% dos 215 locais analisados. As coletas foram realizadas entre 29 de janeiro e 2 de fevereiro. 

Ministério Público esclareceu que área não é de preservação permanente. Outros terrenos devem receber a limpeza, além da instalação de cercas e placas para sinalizar que se trata de propriedade do município.

Com a chuva , número de pontos reprovados aumentou de nove para 11 na região.  Dos 215 pontos monitorados em todo o estado, a maioria (109), que correspondem a 50,7%, estão impróprios para banho.

Moradores de áreas de encostas, principalmente aquelas em monitoramento nas praias de Penha após as chuvas da semana anterior, precisam ficar atentos para qualquer tipo de movimentação de terra. Em caso de emergência os Bombeiros Militares devem ser acionados no telefone 193 e a Defesa Civil no 199.

Temperaturas em elevação e pancadas de chuva isolada são tendência para próxima semana. Valores de temperatura mínima estão acima da média. Por isso, um alerta foi emitido para este sábado (13). Confira a previsão de acordo com o Ciram.

Alerta é da Fatma, que emitiu novo relatório de balneabilidade nesta sexta-feira. Na região, as coletas foram feitas entre os dias 8 e 9, antes da chuva que atingiu o litoral entre quarta (10) e quinta-feira (11). Dos 215 pontos avaliados, 62,8% (135) estavam próprios para banho.

Em Barra Velha, 100% dos pontos estão impróprios para banho; já em Piçarras, 100% foram classificados como próprios. Nas praias de Penha, mais da metade dos pontos monitorados  está própria, mas 45,5% das amostras não passaram no teste desta semana, que é o primeiro do ano e o quarto da temporada. 

Tempo mais seco contribui para que balneabilidade melhore mesmo em locais com histórico negativo. Em Barra Velha, dos quatro pontos analisados, dois estão impróprios: na Lagoa e na altura da Rua Antônio Moura. Em Piçarras, os dois pontos estão próprios e em Penha, de 11 amostras, três foram reprovadas. Os locais impróprios estão em Armação: em frente às rua Blumenau (5440), MAria Emília Costa e Antônio Aniceto da Costa. 

X

Right Click

No right click