Publicidade

Yukanet
Produtores de Luís Alves, Piçarras, Navegantes e Barra Velha integram a rede de dados estadual

Barra Velha, Piçarras e Penha integram rede que vai permitir o rastreamento da fruta, desde o produtor até o consumidor final. Por meio de um código, qualquer pessoa vai poder saber a origem e a data em que a fruta foi colhida.

Publicidade
Áreas de cultivo permanecem interditadas no Litoral Norte

Nessa segunda-feira (27), a interdição das áreas de cultivo de moluscos no município completa um mês e a Companhia de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), responsável pela interdição, não tem uma data para liberar a produção em Penha novamente.

Para tentar repor prejuízo, embarcações devem se desclocar para a região sudeste

Decisão pode abrir precedente para que armadores punidos por pescar tainha em local proido recebam licenças. A presunção é feita por meio do sistema de georeferenciamento por satélite, que informa em quais locais a embarcação esteve e em quais ficou parada.

Apartamentos com vista para o mar estão entre os mais procurados

Os imóveis de alto valor fizeram com que a crise financeira fosse menos sentida no mercado imobiliário da região. Enquanto as transações imobiliárias de imóveis de valor mais baixo, como aqueles financiados pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, sofreram queda, as transações que envolvem imóveis mais caros não sofreram tanto impacto.

Setor do vestuário contabiliza aumento nas vendas em relação ao ano anterior

A chegada do frio aqueceu também a venda no setor do vestuário. Em Barra Velha, os números ainda não foram contabilizados, mas os comerciantes ouvidos pelo Expresso das Praias afirmam que já sentiram melhoras nas vendas com a chegada das temperaturas mais baixas.

Em alta: para comprar fogão a lenha, espera chega a 45 dias

Um dos produtos mais procurados foi o aquecedor elétrico. Apesar da crise, lojistas ouvidos pelo Expresso das Praias comemoravam aumento de até 100% nas vendas na primeira quinzena de junho, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Traçar estratégias para incrementar o turismo na baixa temporada é um desafio que deve ganhar subsídios técnicos para ser superado. A Secretaria de Turismo de Penha deu início à Pesquisa de Demanda Turística na baixa temporada. De acordo com a secretária, Valéria Mont Serrat, até o dia 31 de outubro, hotéis, restaurantes e postos de informações poderão aplicar o questionário aos visitantes.

Chocolate é uma das opções mais procuradas e tem preços variando entre R$ 20 e R$ 200

Comerciantes e funcionários estão otimistas com a data. O Expresso das Praias levantou preços e variedades de alguns dos presentes mais tradicionais. 

Audiência pública marcada para uma manhã de segunda-feira contou pouca participação popular

Já os gastos com a folha de pagamento da Prefeitura de Penha ultrapassaram o limite prudencial e estão a 0,31 pontos percentuais de ultrapassar o limite legal estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

X

Right Click

No right click