Publicidade

Yukaline - Conecta você.

Faltam novas tubulações, manutenção na rede e limpeza de córregos

Piçarras - No único município da região a investir em obras de macrodrenagem - com a dragagem dos Rios Piçarras e Furado após as enchentes de 2008 e 2009 - a comunidade da região norte ainda sofre com a falta de infraestrutura para escoamento da água da chuva. Além da falta de limpeza no Ribeirão Ferido, a ausência de tubulação, com redes a céu aberto, é motivo de reclamação constante por parte dos moradores do Bairro Itacolomi.

Publicidade

A chuva do dia 31/03 deixou muitos moradores ilhados e alguns precisaram agir rápido para evitar mais prejuízos antes que a água invadisse as residências. Apesar de ser a região que apresenta a maior expansão econômica, o norte da cidade é também o que mais necessita de atenção em infraestrutura. A Defesa Civil local conta com um cargo ativo, mas não apresenta trabalho de planejamento anual para evitar desastres ambientais.

Segundo o morador Jean Carlos Rosa, bastaram 30 minutos de chuva forte para que a rua em que ele mora fosse tomada pela água. O nível de água dentro de casa chegou a 50 cm, danificando móveis e encharcando o interior do automóvel. Foram necessárias 21 horas para limpar todo o estrago.

- Aqui no norte construíram prédio de oito andares por cima de galerias pluviais que escoavam água das ruas Sardinha, Tainha, Lagosta e Camarão. São ruas que hoje sofrem com esse problema certamente.

Além do norte, a região central também foi bastante comprometida com o alagamento. Na Avenida Beira Mar a situação ficava ainda mais complicada com a descida da água que vem da Avenida Nereu Ramos. Vários comércios foram afetados.

No Bairro Nossa Senhora da Paz, a Rua João Emílio Duarte ficou alagada pela segunda vez em menos de uma semana. Anderson Mílton de Souza é proprietário de uma lanchonete e conta que a água ultrapassou a marca de 50 cm.

O Expresso das Praias tentou um contato com o diretor de Defesa Civil, Leobertino da Rosa Miguel, mas não teve retorno. De acordo com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, a pasta já tem o levantamento das áreas atingidas e trabalha com a Secretaria de Obras para resolver os problemas de tubulação e escoamento.

Leia também:

Piçarras entra em estado de atenção após período de chuva que atingiu o litoral catarinense

Servidores municipais recebem para coordenar repartições públicas que só existem no papel

Estado e União devem apoiar município com projetos para obras de reconstrução e prevenção

Publicidade
X

Right Click

No right click