Painel

Ponte da Parada é importante ligação entre Piçarras e Penha

 

Estrutura oferece mais riscos para pedestres e ciclistas

 

Publicidade

Da Região – Quem passa pela Ponte da Parada, entre Balneário Piçarras e Penha, tem que prestar muita atenção para não cair em uma armadilha. Com a chuva dos últimos dias, uma das placas de concreto utilizadas na passagem de pedestres cedeu e no lugar apareceu um buraco.


O Expresso das Praias esteve no local na manhã da terça-feira (20) e acompanhou a aventura de alguns pedestres ao atravessar a ponte. Para desviar do buraco, adultos e até criança precisaram dividir espaço com os veículos.

 

- Isso é uma vergonha. Depois eles (candidatos) vêm pedir voto pra gente – reclama a moradora de Penha, Maria de Lurdes, de 65 anos.


O pedreiro Antônio Ribeiro, de 42 anos, mora em Piçarras e utiliza a ponte todos os dias.


- Se não prestar atenção, cai no buraco. A prefeitura deveria fazer a manutenção da ponte – diz.

 

O morador de Penha, Márcio Pereira dos Santos, 48 anos, também está revoltado com a situação.


- Muitas crianças que estudam no Cief usam a ponte. Imagine se uma criança cai no buraco. Nesta semana uma senhora quase caiu – observa.


Para Danuza Siqueira, 58 anos, o buraco na ponte não é novidade.


- Não é a primeira vez que isso acontece. De vez em quando aparece um buraco na ponte. É um perigo – alerta a moradora de Piçarras.


O secretário de Obras de Piçarras, Aires Testoni, garantiu que iria trocar a placa de concreto. - Hoje à tarde (terça, 20) vou ver como está a situação no local. Amanhã sem falta faremos a manutenção – disse o secretário.

 

A placa de concreto foi substituída na quarta-feira (21).


Reforma ficou para 2017


A reforma da Ponte da Parada deve ficar para 2017. O projeto consta no orçamento da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano que vem. A Prefeitura de Piçarras chegou a abrir um processo de licitação da obra, mas nenhuma empresa demonstrou interesse. O motivo seria o valor abaixo do mercado para fazer a reforma.

 

O município estuda executar a obra com ajuda da Prefeitura de Penha. Elaborado pela empresa paulista Steel Engenharia por R$ 80 mil, o projeto de reforma e ampliação prevê uma ponte com estrutura em arco e com seis metros de altura a partir do nível do rio. A atual, que é plana, restringe a passagem de embarcações mais altas.


A atual ponte é feita de concreto e tem cerca de três metros de altura. A reforma prevê a construção de duas passarelas para pedestres. A estrutura terá 30 metros de largura e proteção lateral com muretas. A Prefeitura de Piçarras conseguiu R$ 1.187.717,68 para a obra, mas o valor da reforma é bem maior. O recurso foi obtido junto ao Badesc com juro zero e um ano de carência.

  • 1
X

Right Click

No right click