Publicidade

Promenac Penha - Mais perto de você

 

- Alô, quem fala, é do ieneésseésse (INSS)? Eu quero falar com o homenzinho que atende no balcão! Ah, entendi. Aí não trabalha nenhum homenzinho!? Então pode ser aquele da cara feia – parece um réu. Como é? Não tem ninguém da cara feia aí na agência! Por obséquio, pode ser um que vive sorrindo para a tela do computador e depois dá bronca na gente! Não é ninguém desse setor? Então, é tu mesmo, querido! Aqui é o Quirino, primo da Genoveva. Não se lembra de nós, seo tolo?...


Lembra, querido, do carimbo que faltava para a prima pegar o auxílio? Eu sei que é muita gente! Mas, com certeza tu gostou de nós, porque fez a gente voltar, lá, cinco vezes, na mesma tarde! Então, meu estimado, o dinheiro era a conta para a prima comprar os óculos. Sim, sim, era aquela mesma, quase cega! Por isso, na última viagem, ela não enxergou o carro e foi atropelada. Espero que o senhor não tenha ficado sentido com a gente, por falta da última folha que você pediu, tão gentilmente!


Sei que não é hora de pensar num simples papel! Ah, entendi, o senhor está preocupado que ela tenha se machucado. Não, ela não se machucou! Na verdade o carro amassou a prima Genoveva. Mais precisamente, moeu a prima! Agradeço a sua atenção. Ah, o senhor quer saber se está faltando alguma coisa? Não falta, não. É que sobrou tão pouco da coitada, que, lá, no Marieta, os médicos pensaram que um container tinha tombado em cima dela! Por favor, não se sinta culpado! Acontece!...


O amigo quer saber se ela está se recuperando? Mais ou menos. A dentadura, por exemplo, foi parar lá no Rio Itajaí. A bolsinha cor de rosa a gente encontrou, mas sobrou apenas o cartão do SUS e umas moedas. O senhor lembra dos quinze reais? Então, ela já tinha gasto com as cópias! Não entendi, o senhor está dizendo que por causa do acidente, ela pode fazer uma perícia para comprovar sua incapacidade? Que bom que o senhor me avisou, se não até eu ficaria em dúvida!


Vou aproveitar que o senhor está tão receptivo e fazer um pedido: é sobre o carimbo que faltava para a prima Genoveva pegar os 500 reais que pagariam os óculos. Diante do exposto sei que o amigo não vai se importar. Não me diga que o senhor está preocupado com o preço dos óculos. Fique tranquilo que a prioridade agora é um par de muletas. Então, meu querido, podemos passar aí na agência? É a tua oportunidade de matar a saudade da prima Genoveva! Não vai poder nos atender porque está fora o sistema. Que lindo!... Ah, estão em greve também! Que fofo!...


Não desligue ainda porque a prima Genoveva está mandando um recado. Infelizmente, ela ainda não está falando. O senhor quer saber se é na língua dos sinais? Mais ou menos. Eu sei qual é, mas não posso traduzir porque o horário não permite. São mensagens para você e para a Dilma. E também para a sua mamãezinha. Desacato é crime? Não me diga! Agora eu vou desligar porque preciso sair urgente, é que a prima Genoveva acabou de mandar um pum para você!

Author: Gilberto CardozoEmail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Leia Mais

Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click