A Tachaguidella é uma palavra em dialeto italiano que se refere a uma variação da bruschetta italiana, esta consiste em uma fatia de pão baguette servido como entrada ou aperitivo.

De preferência o pão deve ser amanhecido de um, dois ou três dias, umedecido com água e temperado com azeite de oliva extravirgem, sal, orégano, rodelas de tomate e folhas de catalogna (uma espécie de chicória) leva-se ao forno até dourar, ele é servido quentinho para ser degustado antes do prato principal.

Esta herança foi deixada aos brasileiros pelos imigrantes italianos que saíram de Polignano a Mare, na Puglia a partir do final do século XIX e adotaram São Paulo como sua cidade entre os anos de 1977 e 1914 deixando uma numerosa descendência. Polignano a Mare era conhecida antigamente com o nome de Neapolis, ela se encontra debruçada sobre um penhasco da costa adriática e faz parte da Puglia, terranotável pelos extensos campos de trigo  de grano duro (a base da massa seca), o azeite de oliva extra-virgem, peixes e frutos do mar.

Tchaguidella com mozarela, rúcula, tomate seco e azeitonas

Ingredientes:

- 1 pão baguette amanhecido
- 1 colher de sobremesa de sal
- 1 colher de sopa de orégano
- 1 colher de alho amassado ou bem picado
- ¼ de xícara de chá azeite de oliva extravirgem
- Fatias grossas de mozarela
- 100 gr. de tomates secos
- 100 gr. de azeitonas pretas sem caroços
- 1 maço de rúcula lavada e escorrida

Modo de Fazer:

1. Cortar o pão baguette em fatias uniformes e respingar água em cada fatia.

2. Colocar os pães em uma forma untada.

3. Em um recipiente, misture o azeite de oliva, sal, orégano e alho e unte com um pincel culinário cada fatia de pão.

4. Coloque por cima de cada fatia a mozarela, os tomates secos e leve ao forno até o queijo derreter.

5. Quando as Tchaguidellas saírem do forno com o queijo derretido, coloque por cima delas folhas de rúcula quebradas e as azeitonas.

6. Servir imediatamente com guardanapo, não se usa faca e garfo para cortar.

X

Direitos Reservados

No right click