Publicidade

Beto Carrero

Chegamos à terceira parte da história de Antônio Luiz Silvestre. Conta ele:" Eu conheci Tonico e Tinoco no “Carlos Gomes” em Blumenau, quando eles fizeram um show. Cantaram de graça. Cantavam só em circo naquela época, mas vieram no Carlos Gomes. Fiquei emocionado. Eu sabia tocar um pouquinho a viola, o violão, e fui falar com eles. Disse pro Tonico: de vocês dois, quem faz a primeira voz? O Tinoco disse: - Sou eu. – Então, Tonico, vamos cantar uma moda tua, nós dois, me dá a tua viola. “Rio Pequeno”, canta comigo? Eu faço a primeira voz pra ti. Aí fizemos, Tinoco tocou na viola (porque o Tonico tocava violão): “Eu arriei meu cavalo quando tava escureceno Pra roubar uma moreninha da banda do Rio Pequeno Eu cheguei na casa dela meia noite mais ou meno Ela já tava esperando nas hora que nóis marquemo O seu cabelo briava, moihadinho de sereno ...”

 

Nesta segunda parte da história do nosso cantador, Antônio Luiz Silvestre, nós o reencontramos à beira do leito da mãe, dona Serafina. Ele tem apenas 07 anos e já precisa enfrentar uma difícil despedida. A mãe, agonizante, chama os filhos para uma derradeira conversa. À essa altura, só restavam três dos seis filhos: dois meninos e uma menina.

Antônio Luiz Silvestre é piçarrense nascido à beira-mar em 1930, teve carreira de sucesso como cantor sertanejo e chegou mesmo a ser incentivado pelos grandes Tonico e Tinoco. Como tudo se passou o leitor vai descobrir a partir de agora. Acompanhe. 

Deixar partir é um grande desafio: sair da infância, distanciar-se da juventude, concluir que uma etapa se encerrou para dar lugar à outra... Mas nada se compara ao rompimento do fio tênue da vida. 

Zófia Maria Ziobro é uma sobrevivente, uma testemunha lúcida de um episódio dos mais lastimáveis na história da humanidade: a II Guerra Mundial. A resiliência de Zófia, sua capacidade de resistir, reerguer-se, adaptar-se, é inspiradora. Ouvi-la e registrar seu relato torna-se, por isso, mais que uma função jornalística, uma forma de alertar as novas gerações sobre os riscos representados pela ganância e pela sede do poder.

X

Right Click

No right click