fbpx
topo_daredacao.png
Estratégia de marketing precisa estar em sintonia com o planejamento da cidade

EDITORIAL 226 - 16/03/2019

Em meio à lenta recuperação da economia e de um cenário de muita incerteza política, os resultados da temporada no Litoral Norte catarinense surpreendem positivamente e podem ser comemorados. O que as pesquisas de demanda turística confirmam pôde ser atestado durante a maior parte do verão nas praias lotadas e também pela arrecadação em alta do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). 

Esses visitantes que impulsionam a economia local nesta época buscam conforto, segurança, comodidade, e, acima de tudo, contato com a natureza, em praias conservadas e próprias para banho. Por isso, é acertada a estratégia de valorizar esses aspectos na divulgação da cidade adotada por Piçarras. Mas trata-se de uma iniciativa que bate de frente com a política de desenvolvimento baseada no crescimento desordenado que se pretende ampliar por meio do Plano Diretor.

Outra questão diz respeito à balneabilidade ao lado da tão celebrada praia da “Bandeira Azul”. Ainda não há explicação para a retirada repentina da placa do Instituto do Meio Ambiente (IMA) que informava as condições do mar ao sul do molhe da Avenida Getúlio Vargas. O fato ocorreu em novembro, na mesma semana em que o resultado saiu “IMPRÓPRIO” e uma outra placa com resultado “PRÓPRIO” assinada pela Univali foi instalada logo ao lado, na praia da Bandeira Azul.

Ocorre que, enquanto a análise da Univali foi realizada durante o processo de certificação da Bandeira Azul, a do IMA é feita semanalmente durante a temporada. E o resultado “IMPRÓPRIO” para o ponto ao sul do molhe da Av. Getúlio Vargas está lá, no site do IMA, com data de 19/11.

Não dá para apostar em uma estratégia que induz o público a erro enquanto se implementa um modelo de crescimento que sobrecarrega infraestrutura e serviços e compromete recursos naturais. Ainda há tempo. Depois, as surpresas não serão nada agradáveis.

Leandro Cardozo de Souza
Author: Leandro Cardozo de SouzaEmail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Editor
Leia Mais

  • 1
  • 2
X

Right Click

No right click