Publicidade

Beto Carrero
“Taí, ó, Uma Aventura na Lagoa” é uma produção 100% manezinha em destaque na programação

 

Sessões serão realizadas nas escolas e no Centro Cultural Luiz Telles até sexta-feira (12)

 

Publicidade

Piçarras - A 4ª Mostra de Cinema Infantil de Balneário Piçarras começa nesta segunda-feira (8) com a apresentação de nove curtas. Os filmes serão exibidos em duas escolas municipais e na sede da Fundação Municipal de Cultura até sexta-feira (12). O evento integra o calendário do 5º Circuito Estadual de Cinema Infantil.


As sessões terão 50 minutos de duração. “Menina Bonita do Laço de Fita”, “Miroca e o seu Cuco Caduco”, “Taí, ó, Uma Aventura na Lagoa” (foto), “O Balãozinho Azul”, “Caranga - Do outro lado do Manguezal”, “Reino do Chocolate” e “A Patrulha no Xixi no Banho” serão os curta-metragens apresentados durante a mostra.


Os alunos das escolas Monteiro Lobato, Felicidade Pinto Figueredo e Francisca Borba assistirão aos curtas nas próprias unidades escolares. Os outros alunos das redes municipal, estadual e particular de ensino, bem como estudantes da EJA, pacientes do Caps, membros do sítio Caminho Novo, Associação Caminhar Juntos e da Escola de Educação Básica Manoel Henrique de Assis, de Penha, vão poder assistir aos filmes na Fundação Municipal de Cultura, no bairro Santo Antônio.


Os curta-metragens exibidos durante a mostra foram selecionados pelo presidente da Câmara Setorial de Audiovisual, Jonathan Gentil, o Repolho. As sessões se realizam às 8h30, 9h30, 14h, 15h, 16h, 19h e 21 horas.


Para o novo gestor da Fundação Cultural de Balneário Piçarras, Vanderlei Lazzarotti, a mostra de cinema tem o objetivo de incentivar a formação de plateia.


- O evento veio para somar. Temos carência de plateia para cinema, teatro e de música de qualidade. A seleção teve como critério a identificação dos filmes com a realidade do município - explica o gestor.


Curta manezinho


Entre os filmes exibidos na mostra um foi rodado em Florianópólis. Contemplado pelo Edital Catarinense de Cinema, o curta “Taí, ó, Uma Aventura na Lagoa” tem a Costa da Lagoa como paisagem de fundo, cheia de mistérios e fantasias, que ficam ainda mais vívidos aos olhos e dúvidas de duas crianças, moradores do lugar. João e Zé se encontram logo após João ter fugido de casa em direção à Costa quando descobriu que teria um irmãozinho. É lá que mora sua avó Zilda, uma senhora que faz parte do imaginário e das histórias contadas de boca em boca.

 

 

Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click