Painel

Ele estava internado em estado grave desde a quinta-feira

Piçarras - Será sepultado no fim da tarde deste sábado (18) o açougueiro José Manoel Pereira, o Mozeca, de 44 anos. Ele foi baleado na madrugada de quinta-feira (16), depois de ser confundido pela polícia durante operação frustrada para capturar suspeitos de tentar arrombar a agência local do Banco do Brasil.  O Estado ainda não se pronunciou sobre a ação, que também resultou na morte de dois homens apontados como suspeitos.

Saiba mais: Trabalhador baleado ao ser confundido pela polícia está entre a vida e a morte

Publicidade

Durante toda a manhã da sexta-feira (17), o sobrinho da vítima, Laudemir Medeiros, o Mica, que foi atingido por estilhaços e preso sem acusação formal, prestou depoimento na delegacia de Piçarras. À tarde, ele fez o exame de lesões corporais, popularmente conhecido como “exame corpo de delito”, em Itajaí.

Mica está sendo orientado por advogado e registrou boletim de ocorrência por conta da tragédia de que foi vítima junto com o tio e mais dois amigos.

Blog da Redação: Tragédia anunciada: nas mãos de quem está o sangue derramado?

  • 1
X

Right Click

No right click