Publicidade

Beto Carrero
Para provar que não era história de pescador, o trio fez questão de tirar uma foto

 

Animal estava a 25km da costa, a mais de 40m de profundidade

 

Não é história de pescador, e tem foto para comprovar. A manhã de pesca dos amigos Vanderlei Piazza, Marlon Borba e Jaime Bernardes na manhã de quinta-feira (12) rendeu registro para posteridade. Eles capturaram um peixe da espécie dourado-do-mar de 28,8 quilos e 1,74 metros de comprimento.

 

O animal foi pescado a uma distância de 25 quilômetros da costa de Piçarras, a uma profundidade média de cerca de 40 metros. Segundo Vanderlei Piazza, 63 anos, o dourado arrebentou duas linhas antes de ser içado:

 

- Eram por volta das 11h30 quando o peixe começou a dar voltas no nosso barco. Ele arrebentou duas linhas, que tem capacidade para aguentar um peso de 100 quilos cada. Os dois anzóis foram encontrados dentro dele. Depois de 15 minutos lutando, conseguimos colocar o peixe no barco - conta.

 

Piazza conta que a briga final ficou entre o peixe e o integrante mais forte do grupo. Segundo ele, o dourado tinha quase 30 quilos:

 

- Mas pela força dele parecia que tinha mais de 100. Uma ou duas pessoas não iam conseguir colocar o peixe no barco. Só conseguimos porque nosso amigo é muito forte – comenta o pescador que tem 30 anos de experiência e diz nunca ter visto um dourado daquele tamanho: - Já pescamos de 12 a 15 quilos, no máximo. Na costa de Piçarras é o maior dourado já pescado até agora - garante.

 

O peixe e o registro da pescaria já têm destino certo:

 

- Já limpamos o peixe e cortamos ele ao meio. Vamos esperar o dono do barco que mora em Joinville para assar. Isso deve acontecer no começo de dezembro. Já a foto vai para parede - completa o pescador, que trabalha como fiscal do Departamento de Transportes e Terminais do Estado de Santa Catarina (Deter), na Rodoviária de Itajaí.

 

Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click