Painel

Serviço atende de segunda a sexta-feira, na sede do Poder Legislativo

Penha - Acolher mulheres vítimas de violência e estimular a participação feminina na política é a missão da Procuradoria Especial da Mulher, instituída pela Câmara de Vereadores. O serviço especializado inédito no estado está em funcionamento desde o fim de outubro, na sede do Poder Legislativo local, que fica na Avenida Eugênio Krause, 94, Centro. O atendimento é de segunda a sexta, das 13h às 19h.

A resolução que instituiu a procuradoria é de autoria da vereadora Juraci Alexandrino (PMDB) e foi aprovada por unanimidade. O projeto inspirado em iniciativa semelhante da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) foi uma sugestão da juíza Regina Aparecida Soares Ferreira durante debate realizado pela Câmara Municipal no Dia Internacional da Mulher (8 de março).

Publicidade

Os primeiros procuradores foram nomeados dia 19 de outubro junto com a procuradora Regiane Severino:

- É mais uma iniciativa em favor das mulheres, contra a violência e contra a desigualdade. Para isso contamos com várias parcerias: Secretaria de Ação Social, as polícias, o Poder Judiciário, entre outros - disse a vereadora.

A coordenadora da Procuradoria Especial da Mulher no Senado participou na solenidade. 

- Nós estamos à disposição no Senado para contribuir com a Câmara de Penha. Nosso próximo desafio agora é a aprovação da PEC 134 [que institui reserva de vagas para as mulheres no Poder Legislativo- ressaltou Rita Polli.

Cerimônia de instalação da procuradoria reuniu lideranças da região e representantes do Senado (Fotos: Divulgação | CMP)

Também participaram da mesa redonda a coordenadora estadual da mulher,  Aretuza Larroyd; a presidente da 42ª Subseção de Balneário Piçarras da OAB, Carmem Diva Ladevig Pereira; a secretária municipal de Saúde, Elisama de Freitas Schulle; e a prefeita de Rancho Queimado,Cleci Aparecida Veronezi.

Leia também:
  • 1
X

Right Click

No right click