Publicidade

Beto Carrero

Município tem recursos para construir reservatório no bairro Itacolomi desde 2012

Piçarras – A Casan confirmou nesta quarta-feira (28) ao Expresso das Praias a falta da água na região norte do município. Segundo a concessionária, que opera o sistema planejado e gerido pelo município, o abastecimento foi normal durante o feriado de natal, mas nesta semana o bairro Itacolomi registra problemas no abastecimento devido ao aumento no consumo.  

 
Leita também:  Águas de Penha pede para que consumidores reforcem combate ao desperdício na alta temporada 

 

Publicidade

De acordo com o gerente da Companhia em Piçarras, Luiz Carlos Pereira, a região norte é a única com o registro de falta de água. Os demais bairros, como Centro, Nossa Senhora da Conceição e Nossa Senhora de Paz estão com o abastecimento regular.

Para amenizar o problema na região norte, a Casan instalou na tarde de quarta-feira (28) mais duas bombas no reservatório de água e aumentou a vazão de 170 litros por segundo para 260 litros por segundo. Segundo Pereira, o abastecimento deve ser regularizado durante a noite e residências com reservatórios não devem sofrer com a falta da água durante o dia.

- A gente tá procurando atender da melhor maneira possível. Quem tem reservatório vai abastecer [à noite] com certeza – garantiu o gerente local da Casan.

Ainda conforme Pereira, só devem ter problemas com falta de água as residências sem caixa da água ou então com caixas muito pequenas para o número de pessoas que estão na casa. Ele lembra que nessa época do ano é comum que casas abriguem mais pessoas que sua capacidade.

Pereira também explicou que a região norte é mais afetada devido à extensão do município e que tem como meta para o próximo ano a construção de um reservatório no bairro

- Temos certeza que precisamos fazer um reservatório lá e com urgência – disse e reforçou que é preciso que moradores e veranistas economizem água.

Obra aguardada há 4 anos

Para por fim ao problema no abastecimento, a população do bairro Itacolomi aguarda pela construção de um reservatório com capacidade para 2 milhões de litros.

Os recursos para executar o projeto no valor de R$ 5,3 milhões estão assegurados pelo Governo Federal desde 2012, mas a Prefeitura, que prometeu entregar a obra em 2014, ainda não o tirou nada do papel. A demora chegou a motivar uma investigação do Ministério Público em 2014.

O projeto, que inclui ainda a ampliação da rede de abastecimento na região norte, deve ser executado pelo Governo Municipal, que recebe 60% da receita líquida do faturamento sobre o serviço de saneamento por meio da Gestão Associada com a Casan.

Saiba mais:
Vereadores aprovam doação de terreno para reservatório d’água
Sem reservatório, região norte sofre com falta d’água
Ministério Público investiga atraso em obra de reservatório
Reservatório do norte deve ficar pronto em 2014
Moradores do bairro Itacolomi ainda sofrem com falta de água
Publicidade
  • 1
X

Right Click

No right click